<
>

Jornal diz que Arthur agora aceita Juventus, e Barcelona pode ficar sem brasileiros após 27 anos

play
Retorno de LaLiga, entrevista de De Jong e treinos do Real Madrid: André Linares atualiza as informações (1:16)

Direto da Espanha, correspondente dos canais ESPN traz as últimas notícias (1:16)

Segundo o jornal Gazzetta dello Sport, o volante Arthur, do Barcelona, já sinaliza de maneira positiva sobre aceitar uma transferência para a Juventus.

O brasileiro seria envolvido em uma troca pelo também volante Miralem Pjanic e pelo lateral Mattia De Sciglio, ambos da "Velha Senhora".

"Arthur, até o momento, havia batido o pé para ficar no Barça, mas, nas últimas horas, abriu diálogo com a Juve. Uma abertura talvez pequena, mas significativa. Resta agora trabalhar a diplomacia", escreveu o diário.

E, como o Barcelona também deve negociar o goleiro Neto na próxima janela de transferências, o Camp Nou pode ficar sem brasileiros pela primeira vez em 27 anos.

A última vez que nenhum "brazuca" esteve no plantel dos catalães foi na temporada 1992/93, quando os destaques da equipe eram nomes como Andoni Zubizarreta, Txiki Begiristáin, Miguel Ángel Nadal, Michael Laudrup, José Mari Bakero, Guillermo Amor, Albert Ferrer, Hristo Stoichkov, Ronald Koeman e Josep Guardiola.

Na temporada seguinte, 1993/94, o Barça contratou o atacante Romário, que vinha arrebentando há vários anos pelo PSV Eindhoven, da Holanda.

Daí em diante, foi iniciada uma série histórica, na qual os blaugranas tiveram em seu elenco alguns dos maiores nomes de todos os tempos do futebol verde e amarelo, como Ronaldo "Fenômeno", Daniel Alves, Rivaldo e Ronaldinho Gaúcho (os dois últimos, inclusive, foram eleitos melhores do mundo pela Fifa enquanto jogavam no clube culé).

Depois dessa "era de ouro", a equipe do Camp Nou seguiu tendo brasileiros, mesmo que em papéis coadjuvantes, até a chegada de Neymar, na temporada 2013/14.

"Ney" saiu em 2017/18, e, daí em diante, restaram Arthur, Neto e Philippe Coutinho.

Coutinho, no momento, está emprestado ao Bayern de Munique, e não deve seguir na Alemanha. O objetivo barcelonista é vendê-lo ao final de 2019/20.

Já Arthur, que antes parecia essencial, deve rumar para a Juventus, enquanto Neto também tem grande chance de deixar o Barcelona.