<
>

Flamengo: críticas a Jorge Jesus de Edmundo e Denílson repercutem em jornais de Portugal

O Flamengo chama atenção não só dos torcedores dentro do Brasil, mas também da imprensa internacional – especialmente em Portugal. Interessados em Jorge Jesus, os veículos lusos repercutiram algumas críticas que o treinador sofreu nesta semana após a vitória por 3 a 2 sobre o Fluminense.

Depois de se classificar para a final da Taça Guanabara, o comandante rubro-negro afirmou que o time ainda está em pré-temporada, que o clássico não era tão importante e que os rubro-negros estão em outro patamar, buscando títulos diferentes.

As palavras não passaram sem repercussões nos programas de debates brasileiros, algo que os portugueses destacaram.

“Continua a onda de contestação às declarações de Jorge Jesus no final do dérbi entre Flamengo e Fluminense”, escreveu o jornal português O Jogo. O portal Sapo Desporto também dedicou um espaço à questão: “Edmundo, antigo internacional brasileiro e antigo jogador do Flamengo, considera que Jorge Jesus foi infeliz nas declarações desta madrugada.”

A jornal A Bola, um dos mais conceituados lusos, também repercutiu. “A rivalidade do Fla-Flu é das mais acérrimas do Brasil”, começou. “E o ex-jogador e atual comentarista Edmundo criticou o treinador português”.

Em um programa da Fox Sports, Edmundo criticou a entrevista coletiva dada por Jorge Jesus na quarta-feira.

“Eu acho que o Jorge Jesus perdeu uma boa oportunidade de ficar quieto, porque o Campeonato Carioca tem muita tradição para o Rio de Janeiro, para a cidade. O Fluminense também”, afirmou o ex-jogador.

“Não pode diminuir uma competição que ele está disputando e um adversário gigante como é o Fluminense”, concluiu o ‘Animal’.

Quem concordou com a opinião e também apareceu no jornal português O Jogo foi Denílson. Em seu programa na Bandeirantes, o ex-jogador usou palavras até mais fortes para criticar o português.

“O Flamengo é o time a ser batido na temporada pelas contratações, pelos jogadores que continuaram, mas dá uma segurada, Jesus. Está numa arrogância danada, irmão. Dá uma seguradinha”, disse.

“Está com um time bom, todos os seus méritos, um excelente treinador, mas calma. A parte da sua coletiva, eu achei uma arrogância danada”, continuou.

“Calma, o mundo dá muita volta. Então baixa a bolinha, pezinho no chão”, afirmou Denilson.