<
>

Cruzeiro perde para o Vasco e fica em situação ainda mais complicada; três cariocas se salvam

A situação do Cruzeiro já era desesperadora, e o Vasco fez questão de troná-la ainda pior.

Em São Januário, o cruzmaltino venceu os celestes por 1 a 0 na partida que fechou a 36ª rodada do Brasileirão. O gol da vitória foi marcado por Fredy Guarín, logo no início do jogo. O show à parte ficou por conta dos jogadores na comemoração!

O primeiro tempo ainda teve lance polêmico. Marrony foi lançado por Guarín e tomou a frente de Cacá. Dentro da área, caiu e o árbitro Wilton Pereira Sampaio marcou pênalti. Após colocar a bola na marca e deixar Yago Pikachu cara a cara com Fábio, foi revisar o lance no vídeo. Quatro minutos depois, anulou a marcação, para alívio dos cruzeirenses.

Os visitantes pouco fizeram até o final da primeira etapa, e no segundo tempo voltaram mais ofensivos, após iniciar o jogo com três volantes na estreia de Adílson Batista. Fred e Marquinhos Gabriel entraram em Éderson e Joel, e o camisa 9 já teve a melhor chance do time no começo da etapa complementar: uma cabeçada para o chão que encobriu o gol de Fernando Miguel.

Nos últimos 45 minutos não faltou vontade, mas não tinha o que fazer. Antes da bola não querer entrar no gol, o Cruzeiro sequer conseguia criar boas chances. Nos últimos minutos, no abafa, até surgiram oportunidades. Com 41, Fred dominou no pivô, rolou para Marquinhos Gabriel na entrada da pequena área, e o atacante bateu para fora do gol.

O jogo terminou como parecia que ia: 1 a 0, garantindo a permanência de Vasco, Fluminense e Botafogo na Série A.

Ficha técnica

Vasco da Gama 1 x 0 Cruzeiro

GOL: Fredy Guarín

VASCO DA GAMA: Fernando Miguel; Yago Pikachu, Oswaldo Henriquez, Leandro Castán e Henrique; Andrey, Fredy Guarín e Richard (Fellipe Bastos); Marrony (Bruno Gomes), Rossi e Ribamar (Tiago Reis). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRUZEIRO: Fábio; Orejuela, Cacá, Léo e Egídio; Henrique, Éderson (Marquinhos Gabriel) e Ariel Cabral; David, Pedro Rocha (Ezequiel) e Joel (Fred) Técnico: Adílson Batista


Estatísticas

Nas últimas 7 partidas, o Cruzeiro perdeu 3 jogos e empatou 4. Nessa sequência, fez 2 gols e levou 7

Em 11 partidas, essa foi o gol de Guarín pelo Vasco


Provocação!

Antes da bola rolar, a torcida do Vasco tirou onda com a situação do Cruzeiro


Dia para se esquecer

Que segunda-feira foi essa para o cruzeirense. Horas antes do jogo, Zezé Perrella, gestor de futebol do clube, afastou Thiago Neves e garantiu que o meia não atua mais com a camisa do Cruzeiro.

Chegando no estádio, o cartola explicou a situação contratual do camisa 10 e disparou: 'Comprometimento zero'.

Durante a partida, Thiago se manifestou em suas redes sociais e disse estar sendo exposto pela diretoria.


A situação

Será difícil para o Cruzeiro. Restam duas rodadas, e o time está dois pontos atrás do Ceará, o primeiro fora da zona de rebaixamento.

Entretanto, caso os times fiquem empatados em pontos após a 38ª rodada, os cearenses seguem na primeira divisão pelo número de vitórias - ou seja, o time celeste precisa fazer três pontos a mais do que o Vozão.

Para o Vasco está tudo muito simples: o time está garantido na Série A em 2020. Agora, é lutar por uma vaga na Sul-Americana, que já está quase garantida.

Todos os times da 9ª até a 14ª posição se classificam para o torneio. Com seis pontos em disputa, o cruzmaltino está cinco na frente do Fluminense, o 15º.


Na tabela

  • Vasco da Gama - 12º colocado, com 47 pontos

  • Cruzeiro - 17º colocado, com 36 pontos


Próximos jogos

Os dois times voltam a campo no meio de semana, pela 37ª rodada do Brasileirão - a penúltima da competição.

  • Quinta-feira, 05/12, 19h15, Bahia x Vasco

  • Quinta-feira, 05/12, 19h15, Grêmio x Cruzeiro