<
>

Jornal conta como Rodrygo trocou o Santos pelo Real Madrid e não pelo Barcelona

Os primeiros meses do jovem Rodrygo no Real Madrid superam qualquer expectativa. Mas a carreira do atacante de 18 anos, que bateu recordes ao marcar um hat-trick na Champions League poderia ter tido um primeiro capítulo na Europa muito diferente.

Nesta sexta-feira, o jornal catalão Sport divulgou detalhes da negociação que quase levou Rodrygo do Santos para o Barcelona.

A publicação revela que o Barça seguia o garoto desde seu começo nas categorias de base do clube brasileiro e que, em 2017, as conversas começaram pela compra do jogador. O time catalão chegou a se acertar com Rodrygo, mas José Carlos Peres, eleito presidente do Santos no final daquele ano, só aceitaria liberar a promessa com o pagamento de sua multa rescisória - na época, de 50 milhões de euros (R$ 226 mi na cotação atual).

Mesmo assim, o Barcelona estava otimista na situação por não acreditar que outro gigante europeu investiria tão alto em Rodrygo, ainda com 16 anos de idade - principalmente o Real, que havia pago 45 milhões de euros (R$ 203 mi) meses antes para tirar Vinicius Jr. do Flamengo.

Mas as coisas mudaram quando Peres chefiou a delegação da seleção brasileira em um amistoso na Inglaterra, ainda na preparação para a Copa do Mundo de 2018. Em Liverpool, José Ángel Sánchez, dirigente do Real, se encontrou com o presidente santista e fez a oferta: 40 milhões de euros (R$ 180 mi) totais, com metade do valor pago imediatamente.

O gigante de Madri seguia obcecado no mercado atrás de um atleta que pudesse se transformar no 'novo Neymar'.

A proposta também foi mais lucrativa para Rodrygo, afinal, o Real pagou oito milhões de euros em luvas (R$ 36 mi), enquanto que o montante do Barça oferecido ao jogador sequer chegava em um milhão de euros (R$ 4,52 mi).

Peres aceitou a oferta. O jovem atacante também - e seu pai, Eric, chegou a se desculpar com o Barcelona por quebrar o acordo verbal que havia sido acertado.