<
>

Allan se revoltou em vestiário e xingou filho de presidente do Napoli, detalha jornal

play
Rodrygo faz hat-trick e quebra recordes da história do Real Madrid e da Champions League; veja (1:07)

Além dos três gols, o brasileiro deu uma assistência na goleada por 6 a 0 sobre o Galatasaray (1:07)

A crise da direção do Napoli com o vestiário do time teve o brasileiro Allan como um dos mais irritados. Os bastidores do “motim” promovido pelos jogadores na última terça-feira foram revelados nesta quinta pelo jornal italiano “Gazzetta dello Sport”.

Segundo a publicação, quando Edoardo De Laurentiis, filho do presidente Aurelio e vice-presidente do Napoli, foi ao vestiário, após o empate em 1 a 1 com o Red Bull Salzburg, encarou o capitão Lorenzo Insigne falando em nome dos atletas.

O líder do elenco afirmou que os jogadores não seguiriam as ordens da direção de seguir para concentração após a partida e iriam cada um para suas casas. Ele foi acompanhado por nomes como Dries Mertens e Jose María Callejón.

Allan, contudo, segundo a Gazzetta, foi um dos mais exaltados e precisou ser contido. Ele, que não jogou, teria proferido palavrões e até xingado o filho de Aurelio De Laurentiis. Uma das frases publicadas pelo jornal foi: “Enfie seu dinheiro...” – sem complementá-la.

Diante da revolta de jogadores, na quarta, o Napoli se manifestou através de comunicado e afirmou que “fará tudo o que estiver ao seu alcance para proteger seus interesses econômicos, bens, direitos de imagem e interesses disciplinares”.

Carlo Ancelotti, que não concedeu entrevista coletiva como era previsto após o jogo da Champions League, também descontente com a direção, foi defendido no comunicado do clube, porém, que manifestou “confiança” ao treinador.

O Napoli, que é atualmente sétimo colocado no Campeonato Italiano, com 18 pontos, também anunciou “silêncio” à imprensa por tempo indeterminado. A equipe voltará a campo no próximo sábado, para enfrentar o Genoa.