<
>

Messi crê que Neymar se arrependeu por deixar o Barça e revela quando ele mesmo pensou em sair: 'Me senti maltratado na Espanha'

play
Messi diz que Neymar se arrepende por saída do Barcelona e temeu ida do brasileiro ao Real Madrid (3:19)

Jogador argentino abriu o jogo sobre a possível volta do craque do PSG (3:19)

Lionel Messi está com a ideia cada vez mais clara de que irá encerrar a carreira no Barcelona. Mas a realidade poderia ser completamente diferente, já que há alguns anos o astro cogitou deixar o clube e o país, conforme ele mesmo contou em entrevista à rádio catalã RAC 1.

O craque teve problemas com a Fazenda da Espanha, o que inclusive acarretou na determinação de uma pena de 21 meses de prisão e que acabou substituída por uma multa de US$ 288 mil. Em meio a este cenário, pensou em mudar de ares.

“Em 2013-2014, quando comecei a ter problema com a Fazenda da Espanha. Foi muito difícil para mim e para minha família, porque as pessoas não se informam muito de tudo que está acontecendo e opinam. Uma parte da imprensa ajudou para que fosse assim. Fui o primeiro, e por isso foi tão duro tudo. A partir do momento que mostraram que iam assim comigo, demonstraram que iam também por outros e assim foi passando. Ao menos meus filhos eram pequenos e não ficavam por dentro”, declarou.

Lionel Messi inspira espetáculo do Cirque du Soleil

“Nessa época, pensei em sair. Não por querer deixar o Barça, mas para deixar a Espanha. Pensei que estava sendo muito maltratado e não queria mais estar aqui. Nunca tive uma oferta oficial, porque todos sabiam que minha ideia era estar no Barça. Mas era uma situação que ia além do que o que eu sentia pelo clube.”

A história ficou para trás, e hoje o atacante de 32 anos pensa apenas em continuar na equipe azul-grená. Até mesmo o desejo antigo de se aposentar no Newell’s Old Boys parece uma possibilidade menos provável na cabeça do astro.

“Hoje está mais claro que minha ideia é me aposentar aqui. Por como estou no clube, pelo que sinto. Também pela questão familiar, por estarmos bem na cidade. Também pelos meus filhos. Pode acontecer de tudo, mas a ideia inicial é seguirmos vivendo aqui. Sempre sonhei em jogar no Newell’s e ter a experiência de jogar no futebol argentino, mas às vezes é necessário pensar na família primeiro”, afirmou.

Neymar

Outro assunto abordado na entrevista foi Neymar, que pôde retornar ao Barça na última janela em meio ao desejo do clube de contratá-lo novamente. Sem a negociação ter se concretizado, Messi disse que temeu que o brasileiro fosse para o Real Madrid. Além disso, o camisa 10 acredita que o amigo se arrependeu de ter deixado o Barça em 2017 para defender o Paris Saint-Germain.

“Pouco tempo depois de sair, se deu conta de que havia se equivocado e que tinha tomado uma decisão ruim. Tem que perguntar para ele, mas acredito que sim”, afirmou.

Vestiário manda no Barcelona?

Em meio ao mau início do time catalão no Campeonato Espanhol e até a realização de um jantar para fechar o grupo, Messi foi questionado se o vestiário era que mandava no clube.

“Claro que não e já ficou demonstrado. Mas é uma coisa que vive se falando. Como também dizem que eu tome decisões de quem tem que chegar e sair. São coisas com as quais infelizmente temos que conviver”, declarou, que falou quando foi a última vez que conversou com o presidente Josep Maria Bartomeu. “Depois da eliminação para o Liverpool. Não nos reunimos depois porque não aconteceu, mas não há nenhum problema quando temos que conversar”.

Além disso, o argentino comentou sobre as relações do elenco sobre eventuais jogadores que possam chegar ao time. “Não é que nos consultem para tudo. Quando o assunto era o Griezmann, nos perguntaram se era bom para a equipe e se poderia funcionar, como foi também no caso do Neymar. Opinamos, mas não tomamos decisões”.