<
>

Bolton, da terceira divisão inglesa, anuncia venda e se salva de falência

Um dia depois do anúncio de falência e desfiliação do Bury da liga inglesa, o Bolton se salvou. O clube anunciou a sua venda nesta quarta-feira.

A compra por parte da empresa Football Ventures (Whites) salvou o time, que estava em vias de perder a sua permissão de membro da Federação Inglesa.

No comunicado, os novos proprietários criticaram o ex-dono do Bolton, Ken Anderson: “Infelizmente, o Sr. Anderson usou sua posição para dificultar e frustrar qualquer transação que não beneficiasse a ele ou estivesse de acordo com seus propósitos pessoais”.

Ainda de acordo com a nota, a Federação Inglesa e a Liga Inglesa ajudaram a empresa na “missão de salvar” o Bolton aumentando os prazos para a definição da compra.

O time, tetracampeão da Copa da Inglaterra e campeão da Supercopa da Inglaterra, ocupa a última colocação da League One, a terceira divisão inglesa, com -11 pontos, fruto de punição pelo não pagamento de salários.

Desde maio deste ano, o Bolton estava em recuperação judicial e proibido de contratar jogadores por conta de uma dívida não paga no valor de 1,2 milhão de libras (R$ 5,89 milhões).

Além disso, no dia 17 de julho, os jogadores divulgaram comunicado dizendo que não recebiam salários há 5 meses e que o centro de treinamento não tinha água potável para beber ou água quente para tomar banho.