<
>

Flamengo: maior pegador de pênaltis da Espanha, Diego Alves quebra jejum de 657 dias no Brasileiro

Diego Alves mostrou, neste sábado, que é mesmo um grande pegador de pênaltis. Na goleada de 4 a 1 do Flamengo sobre o Vasco, o goleiro defendeu nada menos que duas cobranças, uma de Yago Pikachu, outra de Bruno César, conseguindo algo que não acontecia na Série A há dois anos.

Desde outubro de 2017, há exatos 657 dias, o Campeonato Brasileiro não via um goleiro defender dois pênaltis na mesma partida. Foi Wilson, do Coritiba, o último autor do feito, contra o Sport.

Para Diego Alves, contudo, não foi novidade parar dois rivais da marca da cal em uma mesma partida. O mesmo já havia acontecido na Espanha, pelo Valencia, contra o Atlético de Madrid. Assim como contra o Vasco, foram duas vítimas distintas: Griezmann e Gabi, dois ícones colchoneros.

"Segunda vez na minha carreira que acontece isso. Foi uma pelo Valencia contra o Atlético de Madrid e hoje. Tento encarar isso com normalidade e naturalidade. É uma coisa diferente, mas tem que ter controle, tranquilidade, que permitem fazer isso de vez em quando. A torcida quer que pegue todos os pênaltis, mas é difícil (risos)”, brincou o jogador rubro-negro após o jogo.

Na Espanha, aliás, Diego Alves é o maior pegador de pênaltis de LaLiga, com 22 defesas, tendo parado jogadores como Lionel Messi (uma vez) e Cristiano Ronaldo (em três oportunidades).

Mas qual o segredo? "Isso eu respondo há 15 anos (risos). Concentração, tranquilidade e tentar desestabilizar ao máximo o batedor. Importante é que a gente ganhou. Independentemente do momento, do gol que levei, agradeço a todos que confiaram no meu trabalho”, completou.