<
>

Barcelona: De Jong, em apenas cinco jogos, provou ser a síntese do futebol barcelonista

Há não tanto tempo assim, o Barcelona encantou o mundo do futebol. Com Pep Guardiola de maestro, o time de Messi, Xavi, Iniesta, Busquets, Dani Alves e cia. encheu os olhos daqueles que apreciam o bom futebol.

Como o tempo passa, o futebol do clube foi mudando, mas a escola de Johan Cruyff sempre esteve presente nos blaugranas - assim como no Ajax, clube que revelou Frenkie de Jong, de 21 anos.

Após uma temporada meteórica em 2018/19, a revelação holandesa trocou de país e vestiu a camisa do Barça. E em apenas cinco jogos de pré-temporada mostrou que é exatamente com o que eles sonhavam: um jogador barcelonista.

A decisão do Troféu Joan Gamper contra o Arsenal e quatro jogos amistosos: Chelsea, Vissel Kobe e Napoli, duas vezes. Somando tudo, o garoto jogou 249 minutos, média de 49 por jogo apenas, em ritmo de pré-temporada. Entretanto, os números assustam.

Todas as estatísticas foram disponibilizadas pelo Trumedia, banco de dados exclusivo dos canais ESPN.

Nesse período, De Jong tentou 256 passes e acertou 242 - um aproveitamento surreal de 95,5%. De todos esses passes, 32,4% foram em direção ao gol.

Mais do que passar a bola, Frenkie dominou o gramado como um todo. Como praticamente não dividiu o campo com Sergio Busquets, o holandês atuou muito como o que seria um primeiro volante, mas na verdade estava simplesmente em todos os lugares do campo, como é possível ver pela imagem abaixo, que mostra a origem de todos os passes que ele deu durante a pré-temporada (no campinho, o time defende à esquerda e ataca à direita).

De seus 256 passes, De Jong fez 110 no campo de defesa e 146 no de ataque, acertando 91,4% desses, o que mostra o quão importante ele pode ser criando chances e gerando situações de gol. Nesses cinco jogos, deu uma assistência, para gol de Ousmane Dembélé.

Nos passes longos também foi exemplar, acertando 88,9% dos lançamentos a mais de 32 metros de distância que tentou. Números e atuações suficientes para já conquistar os jornais da Catalunha, que inclusive o definiram como 'estelar'.

A temporada ainda não começou, mas o Barcelona já conquistou algo: um craque para seu futuro.