<
>

Depay revela frustração com Mourinho no United e diz: 'Perdi a cabeça'

play
Champions League: Mourinho elogia Liverpool de Klopp e diz que time pode chegar em 3ª final seguida (0:19)

Técnico e comentarista, o portugês rasgou elogios ao time inglês e comparou ao Real Madri (0:19)

O meia-atacante Memphis Depay já foi uma das grandes apostas do futebol. Em 2015, o Manchester United pagou 34 milhões de euros (na época, a quantia equivalia a aproximadamente R$ 150 milhões) para tirar o jogador do PSV. Porém, o holandês decepcionou no clube inglês e, um ano e meio depois, foi vendido ao Lyon.

Recentemente, Depay lançou um livro e, nele, disse não ter tido oportunidades com o treinador português José Mourinho.

"Quando Mourinho assumiu o comando da equipe, comecei a sentir confiança e até treinei a um nível mais elevado. Mas nada mudou a minha situação, mesmo dando tudo nos treinos”, reclamou.

O holandês revelou que os próprios companheiros de clube questionavam a falta de oportunidades a ele. Segundo o atleta, Mourinho dizia estar satisfeito com seu desempenho, mas não o colocava para jogar. A partir disso, Depay contou que “perdeu a cabeça”.

“Depois dos treinos ia para casa e não queria ver ninguém. Mentalmente, passei por um mau bocado. E piorava a cada dia. Olhando de fora, eu até tinha uma boa vida: jogava num dos maiores clubes do Mundo, vivia numa bela casa com piscina, com o meu melhor amigo Gigi, e dirigia um Rolls Royce. Mas estava infeliz”, lamentou.

O jogador do Lyon ainda revelou que tinha momentos de raiva e frustração, e que isso o fazia perder o controle. “Um dia, até ataquei o meu melhor amigo em casa. Parei mesmo antes de magoá-lo, mas senti-me envergonhado logo depois. Fiquei chocado com o meu próprio comportamento", contou.