<
>

Ronaldo decide mais uma vez, Juventus vence Milan e se isola como maior campeã da Supercopa da Itália

Com um gol de Cristiano Ronaldo, a Juventus venceu de forma apertada o Milan por 1 a 0 e faturou o título da Supercopa da Itália.

A partida foi realizada nesta quarta-feira, no estádio Cidade dos Esportes Rei Abdullah, em Jidá, na Arábia Saudita.

Com o oitavo troféu da competição, a Velha Senhora deixou a equipe rossonera para trás com sete conquistas, duas a mais do que a Inter de Milão (cinco).

A Supercopa da Itália é disputada entre o campeão do Italiano e da Copa da Itália da temporada anterior. Como a Juventus venceu os dois torneios, o Milan foi convidado por ter sido vice na Copa.

Logo no primeiro minuto de partida, um torcedor invadiu o gramado, mas foi rapidamente retirado.

O atacante Gonzalo Higuaín começou o duelo no banco de reservas e só foi colocado por Gennaro Gattuso aos 25 minutos do segundo tempo. O argentino deve estar de saída do Milan para o Chelsea por um pedido do treinador italiano Maurizio Sarri.

Já o brasileiro Lucas Paquetá foi titular pela segunda vez e saiu na etapa final, mas sua equipe não conseguiu balançar as redes. Ele chegou a fazer algumas boas jogadas, mas sofreu com a forte marcação adversária.

Pelos lados da Juventus, Alex Sandro e Douglas Costas foram titulares.

O único gol da partida foi anotado aos 15 minutos da segunda etapa. Pjanic dominou na intermediária e cruzou para Cristiano Ronaldo, que correu mais do que a defesa do Milan. Completamente sozinho, ele apenas empurrou a bola de cabeça para o fundo da rede de Donnarumma.

Aos 29 minutos, o árbitro de vídeo foi utilizado para expulsar Kessié, do Milan. O volante deu um pisão na canela de Emre Can e recebeu o cartão vermelho direto.

A próxima partida da Juventus é pelo Campeonato Italiano, contra o Chievo, na próxima segunda-feita, em Turim. Já o Milan visita o Genoa, também pelo Nacional, no mesmo dia.