<
>

Libertadores: Palmeiras vence o Cerro Porteño fora com dois gols de Rony e põe um pé nas quartas

Equipe de Abel Ferreira não teve bom primeiro tempo, mas conseguiu ótimo resultado no Paraguai


Jogando no Defensores del Chaco, no Paraguai, nesta quarta-feira, o Palmeiras venceu o Cerro Porteño por 3 a 0 no duelo de ida das oitavas de final da Conmebol Libertadores.

Os dois primeiros gols do Verdão foram marcados por Rony, maior artilheiro da história do clube na competição sul-americana. Murilo fez o terceiro do alviverde.

O primeiro tempo foi sem emoção alguma, com os dois times não conseguindo criar oportunidades. O jogo foi pegado e com poucos lances de perigo a Jean e Weverton.

O lance mais "emocionante" da etapa inicial foi um momento inusitado, onde Gustavo Scarpa foi cobrar um escanteio, acabou chutando o tornozelo do bandeirinha e foi ao chão.

No segundo tempo, o Palmeiras passou a se sentir mais confortável em campo. E a recompensa veio aos 16 minutos da etapa final.

Scarpa cruzou e Rony apareceu no meio da área de surpresa, de peixinho, para balançar as redes.

Aos 25 minutos do segundo tempo, Rony marcou o seu segundo gol do jogo, mas o tento só foi confirmado após checagem do VAR porque foi inicialmente assinalado impedimento.

Já no apagar das luzes, Murilo aproveitou o rebote de uma cabeçada dele próprio e decretou o atropelo do Verdão.

Situação no campeonato

Com este resultado, o Palmeiras já está praticamente classificado para as quartas de final da Libertadores. Só uma verdadeira catástrofe no Allianz Parque para fazer o Cerro conseguiu vencer o Verdão por 4 gols de diferença e se classificar.

Próximos jogos

O Verdão volta a jogar no sábado, no Allianz Parque, às 19h30 (Brasília), contra o Athletico-PR pelo Brasileirão antes de enfrentar o Cerro Porteño, novamente na quarta, agora no Allianz.

Ficha técnica

Cerro Porteño 0 x 3 Palmeiras

GOLS: Rony [61' e 70'] e Murilo [87']

CERRO PORTEÑO: Jean; Espínola, Duarte, Riveras, Rodríguez; Piris Da Motta, Carrascal, Cardozo (Gimenez); Benítez (Oviedo), Aquino (Vargas) e Samudio (Marcelo Moreno). Técnico: Francisco Arce

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gomez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Luan), Dudu (Wesley), Veiga (Menino) e Scarpa (Veron); Rony (Navarro). Técnico: Abel Ferreira