<
>

CBF anuncia Ricardo Marques Ribeiro e Bassols na Comissão de Arbitragem; linha de impedimento do VAR será traçada ao vivo na TV

play
Brasileirão: linha de impedimento do VAR será traçada ao vivo na transmissão, informa chefe de arbitragem da CBF (1:38)

'A Premier League faz isso; é um entretenimento a mais para todo mundo', justificou Wilson Seneme (1:38)

Em evento nesta quarta-feira (22), CBF anunciou seus "reforços" para a Comissão de Arbitragem


Em evento nesta quarta-feira (22), a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou uma série de "reforços" para sua criticada Comissão de Arbitragem. A informação sobre a chegada dos novos nomes foi antecipada pela ESPN na última segunda-feira (20).

Entre os nomes mais conhecidos, aparecem o do ex-bandeirinha Emerson Augusto de Carvalho, que será vice-presidente do órgão; e os ex-árbitros Ricardo Marques Ribeiro e Péricles Bassols.

Ribeiro, que se aposentou recentemente, será membro da Comissão de Arbitragem, enquanto Bassols, que vinha trabalhando como comentarista, será gerente do VAR.

Em entrevista coletiva, Wilson Luiz Seneme, atual chefe da Comissão, justificou a escolha por Ricardo Marques.

"O Ricardo Marques era árbitro até ontem, tem a formação de direito, é um advogado. É importante essa busca de membros de comissão, é um papel estratégico para ter referências jurídicas dentro do departamento", afirmou.

"Foi um árbitro internacional por muitos anos, participou de um Mundial sub-20, participou de uma final no Uruguai x Argentina sub-20 com o Centenário lotado, fez uma arbitragem inesquecível naquele dia", acrescentou.

Seneme também falou sobre a opção por Péricles Bassols.

"O Péricles, o Giuliano (Bozzano) e a Regildenia (Moura), no último evento Fifa, o último seminário, a última certificação Fifa de instrutores na América do Sul, no mês passado, eles estiveram presentes os três. Eram os três brasileiros presentes no evento mais recente da Fifa de arbitragem na América do Sul. Não foram escolhidos por acaso", justificou.

play
2:04

Chefe de arbitragem da CBF detona 'geladeira' e cria novo 'programa' de recuperação; saiba o que acontecerá com árbitros que erraram

'O árbitro que vai para o freezer, quando é descongelado, é o mesmo árbitro do erro anterior', criticou Wilson Seneme

Linha de impedimento ao vivo

Em seu plano de ação para melhora da arbitragem, a CBF salientou que seguirá publicando os áudios do VAR relativos às principais decisões das rodadas de Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil.

Além disso, a Confederação informou que, a partir da próxima jornada do Brasileirão, a linha virtual de impedimento será traçada ao vivo, durante a transmissão de TV, para aumentar a transparência.

Isso é o que ocorre, por exemplo, na Premier League, na qual a tela se divide para mostrar em tempo real a colocação das linhas do último homem e do jogador que ataca.

Outras ações futuras serão: plataforma unificada de ensino para arbitragem nacional; curso de formação para gestores de arbitragem; construção de Centro de Excelência e Treinamento da Arbitragem; realização de pré-temporada para os juízes; e debate sobre a profissionalização da arbitragem.

play
2:02

Chefe da arbitragem se diz 'bastante surpreso' com método antigo da CBF e anuncia mudança: 'Nenhum árbitro vai para o próximo jogo sem ter feito a leitura do anterior'

Wilson Seneme anunciou mudanças na arbitragem da Confederação nesta quarta-feira

Haverá ainda uma intertemporada de arbitragem, entre 25 a 29 de julho, com treinamento em simulador VAR.