<
>

Di María recebe homenagem do PSG e desaba em lágrimas em despedida: 'Inesquecível'

Neste sábado (21), o atacante argentino disputou o seu último jogo com a camisa do PSG


O sábado (21) foi de muita emoção no gramado do Parque dos Príncipes. Após a goleada do Paris Saint-Germain por 5 a 0 sobre o Metz, pela última rodada do Campeonato Francês, o atacante Ángel Di María disputou a sua última partida pelo clube e se despediu oficialmente. Ao lado da família, o camisa 11 foi homenageado diante de toda a torcida, que o ovacionou.

Com um gol e uma assistência, o argentino fechou com chave de ouro o seu ciclo no PSG e desabou em lágrimas na entrevista no gramado, logo após o apito final e um pouco antes de receber a homenagem do clube francês no estádio.

"Muito feliz e contente por poder terminar o último jogo com gol e assistência. Poder aproveitar tudo isso é algo muito lindo para mim. Depois de 7 anos aqui, maravilhoso para mim e para mim família. Será algo inesquecível", começou por dizer.

Após a partida, o atacante ainda recebeu o carinho dos seus companheiros, que fizeram o tradicional 'pasillo', um corredor no gramado, para saudá-lo. Questionado sobre a atitude, o jogador se emocionou e não segurou o choro.

"É normal (a homenagem dos jogadores). São muitos anos aqui, são momentos muito importantes da minha vida, são 7 anos, a metade da minha carreira aqui. Ir assim desta maneira é a melhor coisa que poderia acontecer", finalizou.

Di María chegou ao PSG em 2015 e passou sete temporadas no Parque dos Príncipes. Foram 18 títulos conquistados, sendo cinco do Campeonato Francês, com 295 jogos e 92 gols marcados.

Agora, o argentino de 34 anos fica livre no mercado após o dia 30 de junho e poderá assinar com qualquer outro clube para a próxima temporada. Nesta última sexta-feira (20), o PSG soltou um comunicado oficial informando que o atacante não permaneceria.