<
>

Inter divulga nota oficial em tom fortíssimo após acusação de racismo de Edenílson a lateral do Corinthians; veja comunicado

play
'O Edenilson deve ter entendido errado, o Rafael Ramos disse outra coisa', explica diretor do Corinthians (2:17)

Após a partida, o diretor de futebol do Timão, Roberto de Andrade, deu entrevista no estádio, dando esclarecimentos sobre o caso e apontando o que Rafael Ramos teria falado e afirmando que os dois já se entenderam. (2:17)

Acusação de racismo de Edenilson a Rafael Ramos aconteceu durante empate por 2 a 2 entre as equipes, neste sábado (14), no Beira-Rio


Após a acusação de racismo feita pelo volante Edenilson, do Internacional, ao lateral-direito Rafael Ramos, do Corinthians, durante jogo entre as equipes neste sábado (14), no Beira-Rio, a diretoria do Colorado divulgou nota oficial em tom fortíssimo.

No comunicado, o time gaúcho ratificou que Edenilson relatou ter sofrido injúria racial do jogador português, indo ao contrário do que deixou o ar o diretor de futebol do Timão, Roberto de Andrade.

"Mais uma vez, um lamentável caso de racismo é registrado no futebol nacional. Desta vez, em nossa casa, contra um jogador do Internacional. Na partida deste sábado, pelo Campeonato Brasileiro, Edenilson relata ter sofrido injúria racial por parte de Rafael Ramos, atleta do Corinthians", escreveu a equipe gaúcha.

"É inadmissível que ainda ocorram fatos desse tipo em 2022, não há espaço para o racismo em nossa sociedade. O Clube do Povo reitera que repudia todo e qualquer ato de preconceito e apoia o seu atleta", completou.

Depois, em pronunciamento no Beira-Rio, o vice de futebol do Inter, Emílio Papaléo Zin, ressaltou a "conduta exemplar" e afirmou que o volante "não se prestaria a esse tipo de 'encenação' se não tivesse se sentido atingido".

"Internacional e Corinthians são duas grandes instituições, que fazem de seus embates clássicos nacionais e de repercussão internacional. Então, é muito triste nós estarmos aqui debatendo sobre isso ao invés de estarmos debatendo sobre o jogo, que foi um grande espetáculo", iniciou.

"Cabe a nós, aqui, primeiro, saudar o atleta Edenilson, que como pessoa e profissional possui uma conduta exemplar e não se prestaria a esse tipo de 'encenação' se não tivesse se sentido atingido", seguiu.

"É verdade que o atleta foi até o vestiário do Internacional, houve uma conversa, mas a verdade é que nós, como clube, acreditamos no nosso atleta e estamos apoiando o Edenilson em qualquer de suas iniciativas que, por ventura, possa tomar. E assim, cumpre encerrar essa manifestação, esperando que, no futuro, a repreensão e a efetiva proibição de atos dessa natureza que só prejudicam o esporte”, completou.

Confira o comunicado do Internacional

Mais uma vez, um lamentável caso de racismo é registrado no futebol nacional. Desta vez, em nossa casa, contra um jogador do Internacional.

Na partida deste sábado (14/05), pelo Campeonato Brasileiro, Edenilson relata ter sofrido injúria racial por parte de Rafael Ramos, atleta do Corinthians.

É inadmissível que ainda ocorram fatos desse tipo em 2022, não há espaço para o racismo em nossa sociedade.

O Clube do Povo reitera que repudia todo e qualquer ato de preconceito e apoia o seu atleta.