<
>

Atacante do Boca Juniors é denunciado por abuso sexual; jogador já responde por agressão a ex-namorada

Sebastián Villa, atacante do Boca Juniors, foi denunciado por uma jovem por abuso sexual agravado e privação de liberdade, informou o advogado da mulher


O jogador colombiano do Boca Juniors, Sebastián Villa, que enfrenta um caso de violência de gênero contra uma ex-namorada desde 2020, foi denunciado por uma jovem por abuso sexual agravado e privação de liberdade, informou o advogado da mulher.

O caso se refere a um fato ocorrido em 26 de junho do ano passado, mas a jovem, que chegou a ser atendida em um hospital público de Buenos Aires, não registrou a ocorrência antes por medo, disse Roberto Castillo, seu representante legal, que ainda afirma que o jogador ofereceu 5 mil dólares a ex-namorada para impedir a denúncia.

“Em princípio, o fato se enquadraria em um abuso sexual com contato carnal, agravado pelas lesões, e contestado com uma privação ilegítima de liberdade”, disse o advogado ao canal C5N.

No relato 'se vê subjugação e uma asfixia típica do comportamento que ocorre para o abuso, então a promotoria terá que determinar se houve tentativa de homicídio', acrescentou.

Em 2020, o jogador havia sido denunciado por sua então namorada Daniela Cortés, também colombiana, por abuso físico e psicológico. O caso segue em aberto.

A nova acusação surge no momento em que Villa vive seu melhor momento futebolístico no Boca Juniors, onde joga desde julho de 2018, com contrato até 2023.

Villa chegou ao quinto gol do ano com a camisa do time argentino na terça-feira, ao marcar um dos dois gols (2 a 0) que deram ao Boca a vaga nas semifinais da Copa da Liga Argentina, torneio em que enfrentará o Racing neste sábado.

O clube 'xeneize' se pronunciou sobre a reclamação e afirmou que 'está à disposição' das autoridades para auxiliar no caso.

Veja abaixo o comunicado do Boca Juniors

O Boca Juniors informa aos sócios e sócias do clube, torcedores, meios de comunicação e ao público em geral que o departamento de Inclusão e Igualdade da instituição já está à disposição pelo episódio que envolve o jogador Sebastián Villa e, uma vez mais, ratifica seu total compromisso em situações de gênero e igualdade, tal qual sustenta o primeiro Protocolo do clube para atuação diante de casos de Violência em Razão de Gênero, IDentidade de gênero e/ou Orientação Sexual, aprovado em 12 de agosto através da Assembleia de Comissão Diretiva.

Como em toda situação que envolva uma pessoa do clube, o Boca Juniors se põe a disposição, brinda o acompanhamento correspondente e redobra seus esforços para seguir crescendo como instituição nos valores que inspiraram o atual protocolo e que se baseia em princípios essenciais de aplicação como a prevenção, assessoria e assistência, respeito e privacidade, confidencialidade, entre outros.