<
>

F1: Pierre Gasly, rebaixado em 2019, 'esquece' Red Bull e conquista pódio e vitória pela AlphaTauri, equipe B

Pierre Gasly, de 24 anos, está na Fórmula 1 desde meados da temporada 2017 e não pode reclamar da "falta de emoção" em sua carreira até agora.

Ele foi piloto de testes da Red Bull, integrante da Toro Rosso (equipe-satélite), companheiro de Max Verstappen no time austríaco e... rebaixado.

A situação envolvendo sua saída da RBR após 12 GPs no ano passado - tendo como melhor desempenho um quarto lugar na Inglaterra - para dar lugar a Alexander Albon pegou a todos de surpresa e deixou o piloto de Rouen frustrado.

Estar na AlphaTauri - novo nome da STR -, porém, não é algo necessariamente ruim para o francês. Afinal de contas, foi pela escuderia de base italiana que ele conquistou seu primeiro pódio (segundo no GP do Brasil em 2019) e agora sua primeira vitória na F1, no último domingo, no circuito de Monza.

Gasly encerrou um longo jejum da França em triunfos na categoria - Olivier Panis em Mônaco-1996 - e recolocou a equipe B da Red Bull no lugar mais alto do pódio após 12 anos (Sebastian Vettel em 2008 também no circuito italiano).

E o que mais chamou a atenção após a vitória em Monza foi exatamente a não citação à Red Bull ao celebrar seu feito.

"Honestamente, é inacreditável, não estou certo se eu estou entendo o que está acontecendo agora, foi uma corrida tão maluca... Eu passei por tanta coisa no espaço de 18 meses, meu primeiro pódio ano passado e agora a vitória em Monza", disse Gasly.

"Eu não tenho palavras. Este time fez tanto por mim, eles me deram minha primeira oportunidade na F1, eles me deram meu primeiro pódio e agora minha primeira vitória. Eu não posso agradecê-los o bastante!", celebrou.

Depois, em suas redes sociais, Gasly voltou a agradecer a AlphaTauri... e a Red Bull foi ignorada outra vez.

"Primeiro lugar!! Minha primeira vitória na F1!! Estou sem palavras, ainda brigando para entender, é só incrível!! Tudo foi perfeito, só senti falta dos tifosis abaixo do pódio. AlphaTauri, nós conseguimos!! Obrigado a todos por todas as mensagens e os apoios. Hoje é um dia que eu lembrarei", escreveu o francês.

Albon, seu substituto na Red Bull, vive sob críticas na atual temporada e tem seu lugar na mira se não melhorar.

E aí, Gasly, o que acha?