<
>

Fórmula 1: Pilotos protestam contra o racismo antes do GP da Áustria

play
Mercedes mostra detalhes de nova pintura do carro na semana de estreia da Fórmula 1 em 2020 (0:09)

Carro entrará em ação nesta semana, no GP da Áustria | via @mercedesamgf1 (0:09)

A Fórmula 1 tem se engajado mais com questões sociais neste ano.

Depois de anunciar uma campanha de combate ao racismo e desigualdade de gênero, pilotos e mecânicos respeitaram um minuto de silêncio antes da largada para o GP da Áustria - abertura da temporada 2020 - em respeito às vítimas de COVID-19, de joelhos, um gesto que ficou popularizado pela luta antirracista.

Os pilotos também usaram uma camisa preta com mensagens de “fim do racismo” e “vidas negras importam”.

Lewis Hamilton, único piloto negro no grid e ativista, cobrou diversas vezes um posicionamento da F1 para causas sociais e liderou o protesto deste domingo.