<
>

Hamilton cobra derrubada pacífica de símbolos racistas

Engajado com a luta negra contra o racismo, Lewis Hamilton usou suas redes sociais para defender a derrubada da estátua de Edward Colston, em Bristol, na Inglaterra, e jogada no rio Avon no último domingo.

O piloto cobrou atitudes dos governos, para que monumentos e símbolos racistas sejam retirados de forma pacífica.

“A estátua do mercador de escravos, Edward Colston, sendo derrubada. Nosso país homenageou um homem que vendia escravos africanos. Todas as estátuas de homens racistas que fizeram dinheiro vendendo outros seres humanos deveriam ser derrubadas. Qual a próxima? Eu desafio os governos ao redor do mundo a realizar essas mudanças e a remover pacificamente estes símbolos racistas”, falou.

Foto: Reprodução

A cidade de Bristol foi um dos principais portos de escravos na Inglaterra. Edward Colston foi um dos maiores mercadores de escravos e tinha a estátua desde 1895.

Não é a primeira vez que Hamilton se posicionou fortemente contra o racismo. O hexacampeão mundial de Fórmula 1 é um militante da luta por justiça racial e cobrou seus companheiros da F1 após o brutal assassinato de George Floyd, homem negro americano.