<
>

CSGO: América do Sul está fora da segunda etapa do calendário rumo ao Major

Brasil vive a expectativa de sediar o primeiro Major em território nacional Divulgação/HLTV

A América do Sul ficou de fora da sequência dos torneios classificatórios para o ESL One: Rio 2020, o Major de Counter-Strike: Global Offensive.

A Valve anunciou que a região, assim como Oceania, não fará parte da segunda etapa do calendário de competições que dão pontos para o Regional Major Rankings (RMR - Ranking Regional do Major, em tradução livre).

A confirmação veio nesta terça-feira (19), pouco tempo depois do anúncio do cs_summit 6 - evento que dará pontos RMR para América do Norte e Europa. Para o circuito norte-americano, inclusive, as brasileiras MIBR, FURIA e YeaH Gaming estão confirmadas.

“Enquanto esperamos por uma série RMR completa no outono [do hemisfério norte], não teremos eventos de verão [do hemisfério norte] na América do Sul e na Oceania”, foi informado em comunicado oficial.

Os períodos citados são entre setembro e dezembro em relação ao outono do hemisfério norte, enquanto o verão do mesmo hemisfério ocorre entre junho e setembro.

Dessa forma, a América do Sul só deverá contar com mais uma etapa classificatória rumo ao Major de CSGO. Não há informações sobre datas, mas esse último qualificatório está previsto entre entre setembro e outubro.

A região fez parte do Road to Rio, que teve a BOOM como campeã.

O Major do Rio terá premiação de U$ 2 milhões e ocorrerá em novembro. Será o único mundial de CSGO neste ano por conta do calendário prejudicado pela pandemia de coronavírus. As duas fases iniciais ainda não contam com informações sobre data nem local, mas a etapa final está prevista para ser disputada entre 19 e 22, na Jeunesse Arena.