<
>

CSGO: Em série irregular, FURIA perde o título do Road to Rio norte-americano pra Gen.G

Foi quase: FURIA perde o título do Road to Rio norte-americano Divulgação/HLTV

Neste domingo (10), a FURIA ficou com o vice-campeonato do ESL One: Road to Rio, o primeiro qualificatório rumo ao Major de Counter-Strike: Global Offensive. Pela divisão norte-americana, os Panteras foram derrotados pela Gen.G por 2 a 1.

Ao passo que a FURIA apresentou bons momentos na série, principalmente com destaques para KSCERATO e yuurih, o time brasileiro foi irregular ao decorrer das três partidas disputadas.

Train, mapa de escolha da Gen.G, já tinha dado o roteiro de como seria a noite para os Panteras. A primeira metade foi perdida por 9x6 de forma bem parelha, mas, na virada de lados, a FURIA simplesmente não clicou nem conseguiu somar um único ponto, perdendo por 16x6.

Na sequência, na Vertigo, a equipe aproveitou o “fator casa” para empatar a série com vitória por 16x12. Os brasileiros até mantiveram o bom momento no mapa de desempate, Inferno, chegando a vencer os quatro rounds iniciais.

Acontece que os norte-americanos se encontraram no mapa, empataram as parciais e ainda conseguiram emplacar sete pontos em sequência. Na virada de lados, a FURIA até que esboçou uma reação, mas perdeu por 16x9.

Dessa forma, a FURIA encerra a campanha pelo Road to Rio NA com apenas uma única derrota em séries. Com exceção da grande final, os Panteras venceram todos os confrontos desde a fase de grupos.

Assim, o time brasileiro somou 1.500 RMR pontos e ainda faturou US$ 13 mil. Enquanto isso, a Gen.G conquistou 1.600 RMR e embolsou US$ 18 mil.

OUTROS BRASILEIROS NA DISPUTA

A MIBR decepcionou e ficou de fora dos playoffs. A equipe de Fallen venceu três confrontos e perdeu dois. Na última rodada da fase de grupos, inclusive, a line-up precisava vencer a FURIA para se garantir por conta própria no mata-mata. A derrota por 2 a 0, contudo, fez com que a MIBR dependesse da Bad News Bears. A equipe, porém, perdeu para a Team Envy, que se classificou em terceiro lugar com os mesmos nove pontos dos brasileiros.

Dessa forma, a MIBR se despediu do Road to Rio na 7ª/8ª posição. O resultado garantiu 950 RMR pontos e premiação de US$ 2 mil. Vale ressaltar que Fallen e companhia já tinham 300 pontos em função do StarLadder Berlin Major. Com isso, a MIBR soma 1250 pontos no RMR.

Sem nenhuma vitória, a YeaH Gaming foi quem teve o pior desempenho brasileiro pela divisão norte-americana. As cinco derrotadas culminaram na 11ª colocação, que rendeu apenas 600 pontos.

Organização que conta com zews no comando técnico, a Evil Geniuses ficou na mesma posição que a MIBR. Assim, as bonificações foram iguais: 950 RMR pontos e US$ 2 mil.

ROAD TO RIO

Estão previstos vários torneios classificatórios de olho no Major de CSGO. A ESL “zerou” todas as vagas antes confirmadas, como de Astralis e MIBR, para implementar o novo calendário que contará com uma classificação geral intitulada Regional Major Rankings (RMR - Ranking Regional do Major, em tradução livre).

Dessa forma, todas as novas competições ou qualificatórios renderão pontos para o RMR. O ESL One: Road To Rio é o primeiro compromisso oficial do novo circuito.

A competição contará ao todo com 56 times. Eles irão jogar por quatro semanas, entre 22 de abril e 17 de maio, em séries sempre no formato melhor de três (MD3). Serão sempre duas fases: eliminatória e playoffs.

Cada região contará com um número diferente de equipes e disponibilizará seeds de acordo com a relevância daquele cenário tendo em vista os resultados do StarLadder Berlin Major 2019.

ESL ONE RIO MAJOR

O Major do Rio terá premiação de U$ 2 milhões e ocorrerá em novembro. Será o único mundial de CSGO neste ano por conta do calendário prejudicado pela pandemia de coronavírus. As duas fases iniciais ainda não contam com informações sobre data nem local, mas a etapa final está prevista para ser disputada entre 19 e 22, na Jeunesse Arena.