<
>

Opinião: 5 jogadores para ficar de olho no CBLoL 2020

fNb foi destaque no Desafiante e pode consolidar promessa no CBLoL 2020 BBL Esports

Após uma pré-temporada movimentada, o CBLoL 2020 já tem data marcada para começar. Os oito times se enfrentarão a partir do dia 25 de fevereiro, e a comunidade está ansiosa para ver os reforços e mudanças nas escalações em ação.

É óbvio que o time da paiN é o mais esperado para entrar em campo. A volta para casa do atirador brTT, a desaposentadoria de Kami e a importação dos coreanos tier 1 SeongHwan e Key trazem holofotes ao time bicampeão brasileiro, assim como a contratação do bicampeão Ranger no Flamengo — mas esses não são os únicos jogadores com potencial de brilhar na próxima edição do campeonato.

Além das importações e dos favoritos, alguns nomes nas escalações do CBLoL me saltaram aos olhos. Listei, com base nas escalações oficiais, jogadores que eu acredito que mereçam atenção na próxima etapa do CBLoL. Confira:

Nota: As posições na lista estão em ordem aleatória e não refletem a força de cada jogador (não é um ranking de habilidade)

1. ROBO (VIVO KEYD)

Após o traumático rebaixamento no início de 2019, a Vivo Keyd se reconstruiu e conseguiu uma boa campanha no Desafiante com nomes pouco conhecidos. Um deles foi o top laner mumus100, que destacou-se na equipe, mas deixou o time ao fim da temporada. A saída de mumus deixou um vão na equipe, e o espaço foi preenchido com um nome de peso: Robo, que vem de título e participação no Mundial pelo Flamengo.

Eu entendo que, talvez, o trunfo da Vivo Keyd no retorno ao CBLoL tenha sido o foco no coletivo ao unir jogadores em ascensão — mas não consigo não ficar ansiosa por entender que Robo é um encaixe quase inusitado e excelente para os guerreiros. As mudanças no estilo de jogo de Robo para a final do CBLoL 2019 e toda a campanha da CNB de 2018 foram exemplos da capacidade que o jogador tem de se adaptar, e sua habilidade na rota superior é incontestável.

Me impressionei com a gameplay da equipe no final de 2019 e mal consigo esperar para ver o que Robo agregará ao time — mas, principalmente, como o conjunto da Vivo Keyd mudará com a adição deste jogador.

2. FNB (PRODIGY)

Não é de hoje que fNb é uma promessa no cenário brasileiro. O jogador foi revelado na Superliga 2018 atuando pelo Santos, e é fácil gostar de vê-lo jogar.

O ponto é: eu gosto do fNb. Gosto da marra e da humildade, gosto da ousadia dentro de jogo e gosto do respeito que oponentes têm com ele. É comum que times adversários mudem seu plano de jogo para neutralizar o top laner — e, sinceramente? A estratégia costuma falhar.

fNb teve uma estreia desastrosa no CBLoL em 2019, vencendo apenas duas partidas como titular da PRG e caindo para a segunda divisão. Ele sobe de volta à elite como campeão do Desafiante e, sendo sucinta, o jogador convenceu na segunda divisão.

Em 2019, o top laner não teve campo para desenvolver seu potencial na PRG. Espero que, dessa vez, a solidez adquirida no Circuitão e as mudanças na escalação sejam suficientes para que seu famoso Aatrox impressione na primeira divisão.

3. TINOWNS (PAIN GAMING)

Tinowns chega ao oitavo ano de sua carreira em 2020 — e eu acredito fortemente que ele esteja em sua melhor fase. O jogador acabou de voltar de um bootcamp na Coreia e destacou-se em sua atuação na Superliga ABCDE, levantando o troféu do torneio de pré-temporada.

Eu assumo que a Superliga não seja o melhor parâmetro, mas acredito que a mecânica em dia e os aprendizados do bootcamp façam com que o jogador seja uma peça-chave na explosiva paiN de 2020. Por conta do retorno de Kami, Tinowns não será titular absoluto, mas eu não acredito que o antigo ídolo da paiN consiga, com facilidade, atingir ou passar o nível de Tin neste momento de sua carreira.

De qualquer maneira, apesar da maioria dos holofotes não estarem nesta rota, estou muito ansiosa para descobrir como a mid lane da paiN se adaptará a SeongHwan, brTT e Key — e se será coadjuvante ou surpreenderá ao roubar o protagonismo.

4. TAY (INTZ)

Falando em jogador consolidado em sua melhor fase, Tay com certeza será um jogador em quem vou me manter atenta em 2020. Eu me manteria de qualquer forma — sou fangirl, confesso — mas sua curva de desenvolvimento em 2019 foi impressionante demais para não esperarmos muito dele na temporada que chega.

Após sair do mid para a role de ADC em 2016 e do bot para a jungle em 2017, o jogador estreou como top laner na INTZ em 2018 e, mais uma vez, surpreendeu. Tay é singular por sua capacidade de adaptar-se e bater de frente com os melhores em qualquer posição que escolha jogar, e eu acredito que seu pico tenha sido atingido na rota do topo.

Ele chega em 2020 com o recém-conquistado troféu de melhor topo de 2019 no Prêmio CBLoL, após ter sido vice no último split e campeão no anterior, e com o ex-RNG Tianci como reserva em sua posição.

Na minha visão, Tianci não tirará a titularidade de Tay no início, mas creio que o reforço chinês tenha conhecimento para elevar o brasileiro a um ponto ainda inexplorado de sua gameplay. Com isso, estou muito ansiosa para ver o que Tay vai mostrar no CBLoL 2019.

5. GRELL (VIVO KEYD)

Para mim, o Grell foi a maior revelação do cenário brasileiro em 2019 — mesmo que ele nem seja, endemicamente, do cenário brasileiro. A atuação do jungler no Circuito Desafiante foi surpreendente e eu adorei ver como ele foi o centro da gameplay da Vivo Keyd nesta etapa.

O jungler veio da LLA no ano passado e, apesar de ser relativamente novo, ele sempre se destacou na liga, tendo sido vice-campeão da LLN (antiga liga mexicana) em sua temporada de estreia e também vice da própria LLA na etapa anterior à sua vinda ao Brasil.

Quero muito vê-lo nesta temporada contra os melhores junglers brasileiros e contra os outros imports — especialmente SeongHwan, que promete elevar o nível de toda a selva brasileira. Para mim, o Grell tem uma energia de talento em potencial que pode levá-lo ao topo do Brasil sem muita dificuldade.

BÔNUS: IMPORTS E NOVATOS

Tem muito mais gente que eu gostaria de citar aqui. O mid laner da Prodigy, Aloned, quase entrou — ele foi semifinalista em sua temporada de estreia na CLS, liga chilena pré-LLA. Outro é Tutsz, mid laner titular novato da KaBuM que mostrou um pouco de seu jogo na Superliga.

O ponto é: o Brasil vem com 10 importações e 9 novatos — divididos entre reserva e titular — nesta temporada da primeira divisão. Nomes como Mayumi, Key (obviamente), NosFerus, Sting, Tyrin, Tianci e vários outros chamam atenção e com certeza merecem holofotes.

Se atentem às novidades no cenário e também aos jogadores que estrearam na temporada passada e prometem consolidar-se em 2020, como Alternative, Professor, Jojo, BocaJR e Hauz, por exemplo.


O CBLoL 2020 começará no dia 25 de janeiro, em que poderemos ver alguns desses nomes na ativa. Espero que vocês tenham gostado da minha visão sobre as escalações do CBLoL! Lembrando que esta é uma lista de visão pessoal e o critério é puramente jogadores cujo nome, trajetória e gameplay me chamam atenção :)

E você, vai ficar de olho em algum jogador no campeonato? Comente nas nossas redes sociais (Twitter e Facebook)!