<
>

Com Eradan e Nano, formação que Intergalaxy Tigers usará no Circuitão ganha forma

Nano foi vice-campeão da Superliga 2018 com a paiN Superliga ABCDE

Pouco ainda se sabe quanto a formação que a Intergalaxy Tigers utilizará na disputa da primeira etapa do Circuito Desafiante 2020. Mas isso não quer dizer que a organização não está se mexendo no mercado de transferências. Pelo contrário.

O ESPN Esports Brasil apurou que a recém-chegada equipe à 2ª divisão do League of Legends brasileiro fechou com o topo Eradan e o suporte Nano. Informação esta confirmada pelo clube.

Eradan vinha defendendo o “time B” da paiN Gaming, time para o qual ganhou oportunidade após ser um dos selecionados no Gillette ULT, reality show promovido pela Riot Games com o objetivo de revelar novos talentos do cenário nacional. Pela equipe, o topo disputou a Série de Promoçao para o Circuitão, na qual foi derrotada para Falkol.

Nano também é outro ex-integrante da paiN Academy. O suporte, contudo, já teve a oportunidade de integrar a formação principal do clube, na última temporada, no fatídico rebaixamento no CBLoL 2018 após derrota para INTZ na Série de Promoção. O jogador também fez parte da campanha que levou o time ao vice-campeonato da Superliga ABCDE daquele ano.

O treinador chefe da Tigers, Silvio Borges, explica que a comissão técnica do clube “fez um scout bem detalhado, buscando respostas do cenário e respondendo ao anseio da comunidade por ter jovens talentos recebendo uma chance. A Tigers conseguiu olhar para essas jóias e pinçar pessoas que possam se provar”

O profissional lembra que Eradan e Nano “tiveram uma oportunidade com a paiN Academy de quase subirem para o Desafiante. Analisamos as características deles e eles possuem tudo aquilo que almejamos para formar esse time”.

“A Tigers esta montando um time com uma comissão técnica muito bem estruturada, com cada profissional ocupando sua posição que vão trazer a evolução necessária para esse jovens talentos com o objetivo de mostrarmos a resposta que a comunidade quer de jovens talentos recebendo oportunidades, quem tenham a chance de mostrar o valor e mostrar que nem sempre só os medalhões podem resolver”, finaliza.

O ESPN Esports Brasil apurou também que a Intergalaxy Tigers ficou próxima de fechar com Vert, topo que vinha atuando pela Falkol. O jogador, contudo, aceitou proposta de um participante do Campeonato Brasileiro. Quem pode ser o companheiro de rota de Nano é o atirador Luskka, ex-Team oNe

Quanto aos outros nomes, ao ser questionada pela reportagem, o clube informou que “não comenta especulações”.

O interesse da Tigers em Luskka e a negociação da organização com Falkol por Vert também foram noticiados pelo jornalista João Messina