<
>

Counter-Strike | Jogo bate recorde e alcança pior média de jogadores de 2023

play
CS | Raules comenta fim da era CS:GO e início do CS2 (5:17)

O comentarista ainda compara o início dos dois títulos (5:17)

Desde seu lançamento, a Valve tem se dedicado a tornar o Counter-Strike 2 em um bom jogo para sua comunidade, no entanto, tem recebido diversas críticas acerca do estado do jogo. Um reflexo disso, é o estado do jogo nos últimos 30 dias: de acordo com o Steam Charts, o jogo alcançou sua pior média de jogadores no ano de 2023.

As estatísticas levantadas pelo portal levam em consideração não só o público do Counter-Strike 2, mas também o de seu irmão mais velho, o Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). No total, nos últimos 30 dias cerca de 722 mil jogadores estiveram nos servidores do FPS, configurando uma perda de 69 mil jogadores em relação ao mês de outubro.

Antes de alcançar a pior média de jogadores do ano nos últimos 30 dias, o mês de janeiro tinha sido o pior para a franquia em 2023 - e apesar do número baixo, houve um crescimento no número de jogadores em relação a dezembro de 2022. Na época, o FPS da Valve alcançou uma média de jogadores de apenas 726 mil.

Em contrapartida, os meses de Maio e Junho foram muito bons para o jogo. No meio do ano foi quando o Counter-Strike alcançou seu auge, cravando a marca de mais de um milhão de jogadores ativos nos dois meses supracitados. Entre novembro do último ano e maio deste, o CS registrou uma boa marca, com ganhos positivos em relação à média de jogadores.

Com os números caindo em junho e julho, o hype de lançamento do Counter-Strike 2 em setembro fez com que os números voltassem a subir nos meses de agosto e setembro. No entanto, após esse período, os números voltaram a baixar.

Apesar de não existir um motivo específico para o mau momento da franquia, pode-se especular que os motivos sejam o estado atual do jogo e a alta quantidade de cheaters presentes no mesmo. Ao longo das últimas semanas, jogadores profissionais como Oleksandr “s1mple” têm expressado suas frustrações com o CS2 nas redes sociais, assim como personalidades de outros esportes, como o atleta da NFL, Graham Glasgow.