<
>

Gui Santos chora com escolha do Golden State Warriors e revela que já tinha desistido do Draft da NBA: 'Estava indo dormir'

Depois de se destacar no Minas Tênis Clube e chegar na seleção brasileira, Gui Santos foi draftado pelo Golden State Warriors para a NBA


O Brasil tem mais um jogador na NBA. Na noite da última quinta-feira (24), Gui Santos, ala que atuou nas últimas temporadas no Minas Tênis Clube, foi selecionado na 55ª posição do draft da liga americana de basquete pelo Golden State Warriors, o time atual campeão.

"É complicado. Sair de onde eu saí, para chegar onde estou chegando... Foi muita luta, muita guerra, de verdade. O que foi curioso é que achei que não seria draftado. No final, eu já vim para o quarto, estava indo dormir. Aí eu recebi a ligação do meu agente: 'Vai para a sala agora', na hora eu já comecei a chorar (risos), você é louco", comentou o atleta em entrevista ao canal Live Basketball BR logo após o anúncio da escolha.

Mesmo com apenas 20 anos e idade, Gui Santos já era uma figura conhecida do basquete brasileiro. Cria do Minas Tênis Clube, o jogador apareceu para o cenário nacional há algumas temporadas e vinha ganhando mais e mais destaque conforme os anos se passaram. Na última temporada, o atleta ajudou a equipe de Belo Horizonte a conquistar a Copa Super 8, ser terceiro na Liga das Américas e terceiro no NBB.

Com o bom desempenho no Minas, Gui Santos ficou com o prêmio de melhor sexto homem da última temporada do NBB. Em 2021/2022, Gui teve médias de 10.1 pontos, 5.1 rebotes e 2.0 assistências na temporada da liga nacional.

Vale lembrar que Gui Santos já havia tentado ir para a NBA através do draft, antes da última temporada, e acabou tirando seu nome da lista de jogadores alguns dias antes da seleção dos atletas pelas franquias.

Atletas brasileiros já escolhidos no draft:

2022 – Gui Santos (Golden State Warriors – 55ª posição)

2019 – Didi Louzada (Atlanta Hawks – 35ª posição)

2014 – Bruno Caboclo (Toronto Raptors – 20ª posição)

2013 – Raul Neto (Atlanta Hawks – 47ª posição)

2013 – Lucas Nogueira (Boston Celtics – 16ª posição)

2012 – Fab Melo (Boston Celtics – 22ª posição)

2010 – Paulão Prestes (Minnesota Timberwolves – 45ª posição)

2007 – Tiago Splitter (San Antonio Spurs – 28ª posição)

2006 – Marcus Vinícius (New Orleans/Oklahoma City Hornets – 43ª posição)

2004 – Anderson Varejão (Orlando Magic – 30ª posição)

2004 – Rafael Araújo (Toronto Raptors – 8ª posição)

2003 – Leandro Barbosa (San Antonio Spurs – 28ª posição)

2002 – Nenê Hilário (New York Knicks – 7ª posição)

1988 – Rolando Ferreira (Portland Trail Blazers – 26ª posição)

1984 – Oscar Schmidt (New Jersey Nets – 131ª posição)

1976 – Marquinhos Abdala (Portland Trail Blazers – 162ª posição)