<
>

Sul-Americana: Botafogo passeia e se classifica com goleada

play
Botafogo: Eduardo Barroca valoriza goleada, mas diz: 'Ainda tenho uma lista de coisas para melhorarmos' (1:37)

Treinador falou sobre a tática para vencer sem dificuldade no jogo desta quarta, contra o Sol de América (1:37)

E deu Fogão! Botafogo e Sol de América se enfrentaram nesta quarta no jogo de volta da segunda fase da Copa Sul-Americana, e o clube carioca venceu com tranquilidade por 4 a 0. Os gols foram marcados por Cícero, Luiz Fernando, Bochecha e Diego Souza. O Alvinegro mostrou eficiência no ataque e goleou o clube paraguaio.

O Botafogo chegou para o duelo em vantagem, isso porque, no Paraguai, no jogo de ida, o clube tinha vencido por 1 a 0. Já nesta quarta, o Glorioso começou com a posse de bola, e não demorou para abrir o placar. Em cobrança de escanteio de João Paulo, Cícero subiu sem marcação e cabeceou no canto, sem chance para o goleiro Escobar.

O Sol de América, com a desvantagem de dois gols no placar agregado, tinha que sair. E isso foi bom para Erik, que como sempre, foi o desafogo do time, com velocidade nos contra-ataques. Tentando parar o atacante, o Sol levou o primeiro cartão logo aos 9 minutos.

Diego Souza já tinha feito um belo corta-luz para Gilson, que bateu com perigo. E não demorou para que o meia criasse outra oportunidade. Em grande arrancada, Diego cruzou para Luiz Fernando, que depois de dividida, conseguiu girar e fazer o segundo. Depois do gol, Luiz Fernando cresceu no jogo e arriscou bom chute, que Escobar colocou para escanteio.

Uma perda sentida no final do primeiro tempo. Aos 38, Alex Santana, que faz boa temporada vindo do Paraná, sentiu lesão e teve que deixar o campo.

Na segunda etapa, Bochecha, que entrou no lugar de Alex Santana, começou criando boa oportunidade em chute forte depois de passe de Erik. Em seguida, aos 7, Gilson avançou pela direita e cruzou para Bochecha, o volante estava com tudo e fez seu gol. Momento especial para o jovem de 22 anos: foi seu primeiro gol como profissional.

Não demorou para que o jogo se transformasse em goleada. Aos 26, em jogada de Erik, que tocou para o meio da área, Diego Souza apareceu e não perdoou. Era o quarto da Estrela Solitária. Aos 37, Lucas quase ampliou com uma bela cabeçada, mas nessa Escobar foi muito bem e defendeu mostrando reflexo. Erik, o artilheiro da competição com 4 gols, jogou muito bem, mas acabou não fazendo o dele na partida.

O Botafogo administrou o final do jogo e só esperou o final da partida para oficializar a sua classificação. A defesa do clube ainda não foi vazada, e o time tem quatro vitórias na competição.

NOVO REFORÇO

Quem esteve nas arquibancadas do Nilton Santos foi o atacante Victor Rangel, que está prestes a ser anunciado pelo Botafogo.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO-BRA 4 X 0 SOL DE AMÉRICA-PAR

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 29 de maio de 2019 (Quarta-feira)
Horário: 19h15(de Brasília)
Público: 15.386 presentes
Árbitro: Estebán Ostojich (Uruguai)
Assistentes: Nicolas Taran (Uruguai) e Gabriel Popovic (Uruguai)
Cartão Amarelo: Richard Franco, Salcedo(Sol)
Gols: Cícero, aos sete minutos e Luiz Fernando aos 27 minutos do primeiro tempo; Gustavo Bochacha aos sete minutos e Diego Souza aos 25 minutos do segundo tempo (BOT)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Fernando, Joel Carli, Gabriel e Gilson; Alex Santana(Gustavo Bochecha), Cícero e João Paulo ; Erik, Luiz Fernando(Lucas Barros) e Diego Souza(Igor Cássio) Técnico: Eduardo Barroca

SOL DE AMÉRICA: Escobar, Clar(Vera), Villalba, Portillo e Acuña; Richard Franco, Edgar Ferreira e Jourdan e Ruíz Díaz(Giménez); Villagra(Salcedo) e Otazú Técnico: Javier Sanguinetti