<
>

Em clima de festa e despedidas, All Blacks e Gales valorizaram a disputa pelo 3º lugar no Mundial de rugby

A Nova Zelândia ficou com a medalha de bronze da Copa do Mundo de Rugby ao vencer o País de Gales por 40 a 17, na manhã desta sexta-feira. Um jogo que tinha tudo para ser desanimado, mas, quando a bola subiu, o que se viu foi uma disputa bastante agradável.

Jogadores dos All Blacks bicampeões mundiais fizeram sua última exibição pela seleção e não decepcionaram. Ben Smith fez dois tries, Sonny Bill Willians distribuiu off-loads e o capitão Kieran Read liderou a Nova Zelândia. Junte a esse grupo o treinador Steve Hansen, que havia anunciado antes da Copa que também estava de saída, temos então quatro personagens da história marcados por conquistas e glórias no período mais emblemático do rugby mundial, em que durante quase oito anos os All Blacks foram os melhores.

Gales tinha também suas próprias despedidas. Warren Gatland, depois de 12 anos no comando da seleção, já havia anunciado antes do Mundial que este seria seu último evento no comando. O capitão Alun Wyn Jones não se despediu da seleção, mas, aos 33 anos, certamente fez seu último jogo de Copa do Mundo. Emblemático e carismático, o capitão ainda concorre a melhor jogador do mundo neste ano.

Para completar a festa, o ponta galês Josh Adams terminou como maior artilheiro da Copa, com 6 tries, marca que há muito tempo um jogador da Europa não atingia em um Mundial.

Chamaram a atenção ainda a beleza do jogo, o envolvimento dos jogadores, o desejo de proporcionar um grande espetáculo. As duas equipes deram sua última contribuição nesta Copa, provando que, quando encarada do jeito certo, uma partida de terceiro lugar, conhecida também como “o jogo que ninguém quer jogar”, pode ser bem disputada. Sinal também de respeito com quem comprou ingresso ou assistiu em casa. Enfim, mais uma grande lição do rugby para todos.

Agora é aguardar a batalha final entre Inglaterra e África do Sul, que promete ser intensa, equilibrada, com ares de prorrogação e certamente inesquecível.

Programação Final da Copa do Mundo de rugby

Sábado (2/11) – 5h45 ESPN e WatchESPN