<
>

Bennett elogia talento de Aaron Rodgers e diz que é muito fácil jogar com Tom Brady

Tom Brady terminou a última temporada sem seu sexto Super Bowl, mas levou o título de MVP da temporada regular da NFL. Aos olhos de Martellus Bennett, seu ex-companheiro no New England Patriots, o camisa 12 é também o mais fácil quarterback para se jogar junto.

Bennett encerrou sua carreira de 10 anos na última temporada, quando defendeu o Green Bay Packers de Aaron Rodgers e os Patriots. Na última quarta-feira, ele comparou os dois no programa The Doug Gottlieb Show, da Fox Sports Radio.

“Acho que ninguém tem mais talento no braço do que Aaron. Aaron consegue fazer qualquer coisa com a bola. Sinto que Tom é realmente preciso, muito fácil de se jogadr junto. Eu diria que é mais fácil jogar com Tom do que com qualquer outro”, disse o ex-tight end.

“Ele simplesmente torna o jogo, o que ele quer, o que ele quer que você faça e onde ele vai mandar a bola. É apenas repetição. Ele faz tantas repetições com vocês, seja mental, física, ou simulação, ele sempre faz você saber. Ele expressa da melhor forma o que ele espera”, continuou.

“A comunicação entre ele e o recebedor é provavelmente no maior nível que você gostaria de fazer, o como ele gosta de lançar, se ele vê algo, se você pede ele para fazer alguma coisa ele vai tentar, e ele vai ser do tipo ‘Boa, vamos fazer assim’”, completou.

Na temporada 2016, Bennett jogou 16 partidas da temporada regular, terminando com 55 recepções para 701 jardas e sete touchdowns, comemorando seu único título de Super Bowl naquela pós-temporada, na épica vitória sobre o Atlanta Falcons.

Bennett não quis apontar qual dos dois quarterbacks era seu favorito, mas aproveitou para afirmar que viveu bons momentos jogando em New England.

“Na minha carreira na NFL minha maior diversão foi jogando pelos Patriots, porque ele não se importam com nada além de futebol. Em alguns outros lugares eles se preocupam com a forma que você se veste, como você se parece, todas essas outras coisas. Se você vai trabalhar jogando futebol, a única coisa que os técnicos deveriam falar com você é sobre jogar futebol. Todo o resto é ridículo”, disse.