<
>

Adesanya promete deixar Whittaker em choque no UFC 271 e provoca: 'Garoto bobo'

play
UFC 270: Ngannou vence Gane na luta agarrada, mantém cinturão e segue à espera de Jon Jones (0:43)

O camaronês segue como campeão da categoria e dá ao rival francês a sua primeira derrota em 11 combates no MMA profissional. (0:43)

Passada a euforia por conta da rivalidade entre Francis Ngannou e Ciryl Gane, no UFC 270, agora, o próximo grande evento da organização apresenta outro histórico de animosidade envolvendo seus protagonistas.

Na edição de número 271, que acontece no dia 12 de fevereiro, em Houston (EUA), Israel Adesanya vai colocar o título do peso-médio (84 kg) em jogo contra Robert Whittaker e esbanja confiança para a revanche.

Em entrevista ao canal do ‘YouTubeCombat TV’, Adesanya, conhecido no MMA por se gabar de suas habilidades e atacar os adversários, não mudou de postura ao analisar o novo confronto contra Whittaker.

Na primeira luta, realizada em 2019, na casa do australiano, ‘The Last Stylebender’ ignorou o ambiente hostil e se tornou campeão do peso-médio do UFC ao vencer por nocaute, com direito a show no octógono. Como brilhou diante de ‘The Reaper’ uma vez, o nigeriano, invicto na categoria, garante que vai apresentar mais uma atuação de alto nível, já que seu objetivo é dominar seus rivais por completo.

“Whittaker vai ficar em choque. Ele vai ter um rude despertar, quando me sentir, porque a primeira vez não fomos para o clinch. Espero ir para o clinch com ele desta vez, porque toda vez que eles fazem isso percebem que sou muito mais forte. Todos dizem isso. Eles acham que sabem o quão forte sou até me sentirem, então eles ficam surpresos. Para mim, não é tão difícil. Não vou nem dizer mais difícil, porque todos esperam que eu domine esse cara, da mesma forma que todos esperavam que eu dominasse Vettori”, declarou o campeão do UFC.

No UFC, Adesanya se notabilizou por ser dono de uma trocação diferenciada, rapidamente, passou a integrar a elite do peso-médio e, na sequência, o lugar mais alto da divisão. No entanto, o campeão da categoria negou ser apenas um striker perigoso e técnico.

Como Whittaker revelou que planeja repetir a estratégia usada por Jan Blachowicz e utilizar o grappling na revanche, ‘The Last Stylebender’ assegurou que se encontra apto para lutar em todos os setores e provocou o rival, ao mencionar que o mesmo não possui o estilo do polonês, lutador que impôs sua primeira e única derrota no MMA, na disputa pelo título dos meio-pesados (93 kg) da companhia.

“É a pressão que coloco em mim mesmo, tenho que dominar em todas as áreas dessa luta. Grappling, trocação, na grade, no clinch, em qualquer lugar que a luta vá. Coloco essa pressão em mim, porque espero o melhor de mim e quero ter certeza de me mostrar ainda melhor do que na primeira vez que enfrentei o oponente".

"Não vou lutar com ele do jeito que lutei da primeira vez e sei que ele não vai lutar comigo do jeito que lutou na primeira vez. Ele é um garoto bobo se acha que o plano de outra pessoa vai me derrotar. Ele é tolo, mas a equipe dele é inteligente e é por isso que o levo a sério. É por causa do time dele. Ele mesmo é um menino bobo”, concluiu.