<
>

Anthony Smith revela torcida por Glover Teixeira em disputa de título no UFC 267

play
UFC: após ter a boca completamente destruída, lutador mostra dentes 'arrumados' e agradece apoio; VEJA! (0:20)

Devin Clark mostrou o resultado após ter os dentes colocados no lugar (0:20)

Ex-desafiante ao cinturão dos meio-pesados (93 kg) do Ultimate, Anthony Smith ainda tem como objetivo se credenciar para uma nova disputa pelo título da categoria no futuro. Para ser bem-sucedido nessa empreitada, o americano busca inspiração na trajetória do brasileiro Glover Teixeira – escalado para encarar o atual campeão da divisão, o polonês Jan Blachowicz, no UFC 267, no dia 30 de outubro -, e que terá a torcida do próprio ‘Lionheart’ na peleja.

Derrotado pelo então campeão Jon Jones, em março de 2019, Smith viveu um momento de baixa após a disputa de título, tendo sido derrotado inclusive pelo próprio Glover Teixeira, com quem já admitiu possuir uma relação amistosa fora do octógono. No entanto, o americano tem demonstrado poder de recuperação em seus últimos combates e alcançou sua terceira vitória consecutiva no último sábado (18), ao superar Ryan Spann, na luta principal do UFC Vegas 37.

A trajetória de recuperação se assemelha à percorrida por Glover, que, aos 41 anos, conseguiu se credenciar mais uma vez para uma disputa de título, desta vez contra Blachowicz. Por isso, mesmo que demonstre respeito pelo atual campeão, Anthony Smith revela que estará na torcida pelo brasileiro e destaca a influência que sua vitória pode ter na carreira de outros lutadores veteranos, como ele.

“Eu realmente gosto de Jan (Blachowicz). Sou um grande fã dele e de como ele se comporta. Eu acho que ele é um campeão e um competidor fantástico. Só escuto coisas boas sobre quem ele é como pessoa. Adoraria beber uma cerveja com ele algum dia. Mas, p***, eu preciso que Glover Teixeira vença. E não porque ele me venceu e isso me faria parecer melhor. Eu só acho que esse cara merece isso, sabe?”, declarou Anthony Smith, em entrevista ao ‘MMA Hour’, do site ‘MMA Fighting’, antes de completar.

“Tipo, se Glover Teixeira puder velejar para o pôr-do-sol algum dia, pelo menos por aquele momento usando um cinturão de ouro de 5 kg na cintura, eu acho que isso colocaria muita coisa boa no mundo. Isso dá esperança a muitas pessoas como eu e isso motiva muitos caras mais velhos, é uma história para se sentir bem. Então, eu espero que Glover vença”, concluiu.

Com a vitória por finalização sobre Ryan Spann no último sábado, Anthony Smith chegou ao terceiro triunfo consecutivo, todos pela via rápida, e colocou novamente seu nome na lista de potenciais desafiantes ao título dos meio-pesados. Para se aproximar ainda mais de um novo ‘title shot’, o americano, sexto colocado no ranking da categoria, já apontou inclusive seu próximo alvo: o austríaco Aleksandar Rakic, que o derrotou em agosto do ano passado e ocupa a terceira posição no top 15 da divisão.