<
>

McGregor deixa polêmica de lado e convida Machine Gun Kelly para assistir suas lutas no UFC

play
Anderson Silva apaga Tito Ortiz com nocaute espetacular no 1º round e segue dando show no boxe; VEJA como foi! (0:53)

Spider não deu chances para Ortiz e segue brilhando no boxe profissional (0:53)

Conor McGregor segue em recuperação por conta da lesão sofrida na perna, mas continua a dar o que falar. No último domingo (12), em Nova York (EUA), o ex-campeão do UFC compareceu ao ‘VMA’, tradicional premiação musical da ‘MTV’, entregou um dos troféus ao seu amigo Justin Bieber, porém, antes de cumprir o planejado, se envolveu em uma confusão com o cantor ‘Machine Gun Kelly’ e sua esposa, a atriz Megan Fox. Após o ocorrido, ‘Notorious’ tratou de amenizar o clima.

Em entrevista ao canal do ‘YouTube’ ‘Adam’s Apple’, McGregor, visivelmente mais calmo, encerrou a polêmica ao convidar ‘Machine Gun Kelly’ para comparecer aos eventos do UFC e, principalmente, para assistir suas lutas. De acordo com os relatos, a confusão entre os envolvidos se iniciou porque o casal não aceitou posar para uma foto com ‘Notorious’, que se irritou com a recusa. Com isso, o artista empurrou o atleta, que tentou agredir o cantor e jogou parte de sua bebida nele.

Outros fatores também colaboraram para a ira de McGregor no episódio. ‘Machine Gun Kelly’ começou sua carreira musical em Cleveland (EUA), lar de seu amigo Jake Paul, que é desafeto do astro irlandês. Além disso, o ‘rapper’ declarou torcida para Dustin Poirier na trilogia contra ‘Notorious’, realizada em julho. De qualquer forma, o ex-campeão do UFC se mostrou disposto a esquecer a confusão e sinalizou que isso se deve pela constante presença de Megan Fox aos eventos da organização, já que a atriz nunca escondeu ser fã de MMA.

“Vou lhe contar o que aconteceu. Estou livre na cidade de Nova York, entende o que quero dizer? Voltei para Nova York e tive que apresentar uma premiação no Barclays Center. Eu só ia me divertir. É tudo amor, está tudo bem. Venha para a próxima luta. Venha me assistir a qualquer momento”, decretou o astro do UFC, antes de completar.

“Eu vou atuar, sem problemas. Todos são mais que bem-vindos em minhas lutas, aos eventos. Não há rivalidade. Eu nem conheço o cara. Quem é ele? Dizem que ele tem aparecido nas lutas. Megan aparece nas lutas há anos. Eu conheço ela, mas não conheço o cara. Não há problema”, concluiu.

Mesmo em má fase, Conor McGregor, de 32 anos, é o principal nome do UFC. Dois anos após sua estreia na organização, o irlandês se transformou em um fenômeno do MMA e conquistou o cinturão do peso-pena (66 kg), em 2015, e do peso-leve (70 kg), em 2016.

Seus triunfos mais marcantes foram contra Chad Mendes, Donald Cerrone, Dustin Poirier, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. Atualmente, o atleta ocupa a nona posição no ranking dos leves e possui um cartel composto por 22 vitórias, sendo 20 pela via rápida e 19 delas por nocaute, e seis derrotas.