<
>

UFC: Amanda Nunes testa positivo para COVID-19; luta contra Julianna Peña é cancelada

play
Khabib se coloca como um dos maiores de todos os tempos ao lado de Anderson Silva e mais 6; veja quem (0:26)

Lutador concedeu entrevista exclusiva à ESPN (0:26)

A brasileira Amanda Nunes, líder do ranking geral do UFC, vai ter que esperar mais um pouco para a próxima defesa do cinturão do peso-galo, que seria realizada no UFC 265.

O diretor de negócios do UFC, Hunter Campbell, disse à ESPN na quinta-feira, que a "Leoa" testou positivo para COVID-19. A luta contra Julianna Peña, que estava marcada para 7 de agosto em Houston, foi cancelada.

Campbell disse que o plano é agendar uma nova data para a luta quando Nunes estiver saudável e pronta para lutar. Aos 33 anos, Amanda também é campeã dos penas do UFC. A lutadora do Brasil vem de finalização em março sobre Megan Anderson.

Peña, quinto lugar no peso-galo do UFC, venceu Sara McMann no terceiro assalto em janeiro. As duas derrotas da americano de 31 anos no UFC foram contra Valentina Shevchenko e Germaine de Randamie.