<
>

Comentarista do UFC flerta com retorno ao octógono após 9 anos afastado

play
Brasileiros fazendo história, lendas se aposentando e muito mais: os grandes momentos do UFC em 2020 (2:43)

Movimentado ano ainda teve a criação da Ilha da Luta e muita provocação (2:43)

Quando os lutadores de MMA anunciam a aposentadoria do esporte, parte dos fãs e da imprensa especializada questiona se, de fato, a decisão é definitiva. Agora, quem cogita voltar a competir é Dan Hardy, atual comentarista do UFC. Enquanto atuava, o inglês integrava a divisão ds meio-médios (77 kg) da organização, porém deixou a modalidade em 2012.

Apesar do longo tempo de inatividade, Hardy nunca se afastou do esporte. O próprio inglês revelou que passa parte do tempo estudando as lutas e treinando.

Inclusive, essa não foi a primeira vez que ‘The Outlaw’ mostrou interesse em retornar à ação. Em suas redes sociais, Hardy informou que gostaria de enfrentar algum atleta conhecido em sua possível volta ao octógono.

“Se vai acontecer, preciso que seja alguém que valha a pena. Não estou fazendo toda essa preparação para lutar contra qualquer um. Eu preciso de nomes e rostos”, escreveu Hardy em sua conta oficial no ‘Twitter’.

No passado, a imprensa especializada especulou que Dan Hardy poderia enfrentar Diego Sanchez, já que a dupla trocava mensagens publicamente, mas o encontro entre os veteranos não se concretizou.

Contudo, outro experiente atleta se colocou à disposição para encarar o inglês. Matt Brown utilizou a mesma ferramenta e pediu a luta.

Dan Hardy, de 38 anos, ficou conhecido no MMA por conta de sua personalidade forte e pelo bom nível na trocação. No esporte, o inglês venceu 25 lutas, sendo 12 por nocaute, e perdeu dez. ‘The Outlaw’ se aposentou da modalidade em 2012 e seu feito mais importante na carreira foi disputar o cinturão dos meio-médios do UFC contra Georges St-Pierre, em 2010.

Matt Brown, de 40 anos, apresenta um cartel irregular no MMA, mas é um dos lutadores mais violentos do esporte. ‘The Immortal’ foi um dos atletas que personificou o estilo “matar ou morrer” no octógono.

Apesar da idade avançada, o veterano dos meio-médios segue em atividade no UFC. Na modalidade, o americano venceu 24 lutas, sendo 22 pela via rápida, e perdeu 18. A melhor fase de Brown na carreira ocorreu no período entre 2012 e 2014, quando emplacou sete triunfos seguidos e disputou um ‘title eliminator’ contra Robbie Lawler.