<
>

Tyson choca o mundo com físico e socos potentes em volta aos 54 anos, mas luta com Roy Jones Jr. termina empatada

play
Veja como foi o retorno de Mike Tyson aos ringues: atropelo nas estatísticas e empate decepcionante (1:04)

Mike Tyson acertou mais golpes (67 a 37), mas jurados decretaram um empate com Roy Jones Jr (1:04)

A tão esperada volta de Mike Tyson aos ringues terminou com um empate na luta-exibição contra Roy Jones Jr.

O resultado acabou desapontando parte dos fãs, mas era um tanto quanto esperado pela forma como o combate foi organizado.

Aos 54 anos, Tyson chocou o mundo com a sua excelente forma física e pareceu ter sido o vencedor. Só que a luta era 'apenas' uma exibição e sequer teve um julgamento oficial pela Comissão Atlética da Califórnia, que regulou o encontro.

A pontuação foi dada de forma extraoficial por três ex-campeões do mundo: Vinny Pazienza, Christy Martin e Chad Dawson.

Vinny deu vitória para Jones, Martin pontuou a luta para Tyson e Dawson decretou a igualdade.

O julgamento, porém, deu toda a sensação de ter sido feito justamente para que não houvesse um vencedor de fato.

"Eu acho (que venci), mas estou feliz com o empate. Acho que entretive o público, estão felizes com minha luta", disse Tyson. "Estou tão feliz de ter ido até o oitavo round. Nocaute não significaria nada. Para mim é mais significativo conseguir lutar oito rounds, saber que poderia lutar dez", completou em outra resposta.

"Eu não gosto de empates, eu não empato. Mas ele é muito forte, agora entendo quando dizem que ele te machuca quando encosta em você. Tudo machuca! Então estou ok com o empate, mas vamos fazer isso de novo", respondeu Jones.

Conteúdo patrocinado por Sportingbet

O duelo ficou longe de ser apenas uma "sessão de sparring", como alguns cogitavam. Apesar de ser um luta de exibição, os dois deram o melhor que podiam em cada golpe.

Ao mesmo tempo, também não foi a luta mais movimentada da história - o que também era bem esperado por conta da idade dos dois.

Mike Tyson foi quem buscou mais a ação desde o primeiro round. Do outro lado, Roy Jones Jr. insistiu em puxar o rival para o clinch e travar a luta sempre que podia.

Tyson pareceu o tempo todo estar em melhor forma física. Por isso, atacou mais e desferiu os melhores golpes. Mesmo assim, porém, os ex-campeões do mundo que atuaram como jurados acabaram decretando a luta como um empate.