<
>

Mousasi diz que Anderson Silva manchou seu legado no MMA: 'Continuou um pouco mais do que deveria'

Nesta quinta-feira (29), Gegard Mousasi pode conquistar o cinturão vago dos pesos-médios (84 kg) do Bellator ao encarar o brasileiro Douglas Lima. No entanto, a possível despedida de Anderson Silva no sábado (31) se tornou assunto comum a todas as personalidades do esporte – o ‘Spider’ encara Uriah Hall, em duelo que deve marcar sua aposentadoria do MMA. Por isso, o holandês deu uma pausa nas análises de seu próximo desafio para comentar oa decisão do ex-campeão do Ultimate.

Durante o media day do Bellator 250 realizado na última terça-feira, o ex-lutador do UFC não deixou de exaltar os feitos de Anderson Silva na modalidade. No entanto, para Mousasi, o brasileiro forçou a barra para continuar no esporte e não repetiu suas grandes atuações nos últimos anos, acumulando seguidas derrotas.

“Ele teve uma ótima carreira. No auge ele parecia imbatível e proporcionou muitas lutas memoráveis. Ele é uma lenda do esporte. Talvez tenha continuado um pouco mais do que deveria, manchando seu legado no final. Mas em seu auge, e é assim que as pessoas vão se lembrar dele, ele, com certeza, foi um dos maiores”, afirmou o lutador.

Contratado pelo Bellator em 2017, após passagem pelo UFC, Gegard Mousasi fez cinco duelos no cage, com quatro vitórias e apenas uma derrota. Em sua última apresentação, em setembro do ano passado, o holandês venceu Lyoto Machida por pontos.