<
>

Há 4 anos, morria Kimbo Slice, lenda do MMA e da internet; relembre sua incrível história

play
Raphael Assunção comenta decisão de Dana de colocar Aldo vs Yan pelo cinturão: 'Patrão acha que merece, patrão que fala' (1:41)

Cinturão do peso galo será disputado entre José Aldo e Petr Yan (1:41)

O dia 6 de junho marca uma data triste para o MMA. Neste mesmo dia em 2016, Kimbo Slice não resistiu a uma parada cardíaca e morreu em um hospital na Flórida.

Kimbo é uma lenda no mundo da luta e, principalmente, na internet. O americano nunca foi um lutador excepcional, mas sua história e a diversão proporcionada o alçaram a um patamar acima de muitos lutadores mais talentosos.

Ainda como Kimbo Ferguson, o americano começou sua vida como segurança de uma boate adulta na Flórida, antes de virar guarda-costas de um executivo de uma produtora de filmes adultos. Em 2003, ficou famoso na internet.

Kimbo começou a disputar torneios não sancionados de luta de rua que tinham suas imagens divulgadas, geralmente, em sites adultos e pouco acessíveis na internet. Sua primeira luta, porém, viralizou após Kimbo acertar um lindo soco e abrir um grande corte no olho direito de seu adversário, o que lhe rendeu o apelido de Slice (corte, em inglês).

Em 2003 começou a treinar no MMA e competiu em organizações menores até 2008, quando Dana White decidiu criar um Ultimate Fighter de pesos pesados apenas para que Kimbo tivesse uma chance de chegar ao UFC.

Slice acabou perdendo na primeira rodada para Roy Nelson por nocaute técnico, mas acabou ganhando sua chance no UFC, aonde estreou oficialmente em dezembro de 2009 e fez sua única luta na organização, sendo derrotado por Matt Mitrione no segundo round.

play
1:03

Cormier narra caminhada de Amanda ao posto de melhor do mundo: 'Vai tentar o que nem eu e nem ninguém conseguiu'

Lenda do UFC falou sobre a trajetória da brasileira no UFC

Quase cinco anos depois de sua última luta no MMA, em janeiro de 2015, Kimbo foi anunciado pelo Bellator e estreou com vitória sobre Ken Shamrock. Em sua segunda luta, em fevereiro de 2016, Slice venceu Dada 5000 por nocaute técnico, mas teve a vitória retirada após testar positivo no antidoping.

Antes que pudesse fazer sua terceira luta, Kimbo morreu após uma parada cardíaca em 6 de junho de 2016.