<
>

UFC 241: Borrachinha vence Romero por decisão unânime e se confirma como candidato a título dos médios

Paulo Borrachinha deu mais um passo rumo ao título dos médios do UFC. Na noite deste sábado, o brasileiro venceu uma luta dura contra Yoel Romero e embalou seu 13º triunfo da carreira, em 13 lutas, o quinto na maior organização de MMA do mundo.

Pela primeira vez para Borrachinha, o resultado veio em decisão dos jurados. O brasileiro, que havia nocauteado os quatro rivais anteriores que teve no UFC, teve vitória unânime, sendo que todos os árbitro marcaram 29 a 28 no combate.

Romero também teve uma 'primeira vez' nesse sábado. O cubano nunca havia perdido duas lutas em sequência. Ele, que havia sido derrotado pelo campeão Robert Whittaker em junho do ano passado, agora vê Borrachinha passá-lo na fila para lutar pelo cinturão.

Com o triunfo, Borrachinha deve ser o próximo adversário do vencedor do combate entre Robert Whittaker e Israel Adesanya, que se enfrentam no UFC 243, em outubro, na Austrália, para unificar o cinturão dos médios - o nigeriano é dono do título interino.

A luta

Os três rounds foram muito parecidos. Borrachinha andou para frente na maior parte do tempo, enquanto Romero mostrava a língua e chamava o brasileiro.

Logo no primeiro round, Borrachinha acertou um cruzado no queixo do cubano, que sofreu o knockdown. A questão é que estamos falando de um dos lutadores mais duráveis do UFC. Romero não esperou muito para responder: cerca de 20 segundos, foi ele que derrubou Borrachinha.

O combate inteiro foi equilibrado, mas Borrachinha levou vantagem porque procurou mais o combate. Romero, conhecido por seu wrestling afiado, não fez questão de levar a luta para o chão, o que favoreceu o brasileiro.

Com o triunfo, Borrachinha deve ser o próximo adversário do vencedor do combate entre Robert Whittaker e Israel Adesanya, que se enfrentam no UFC 243, em outubro, na Austrália, para unificar o cinturão dos médios - o nigeriano é dono do título interino.