<
>

UFC: Jessica-Rose Clark se lesiona e acusa adversária de segurar finalização

"Ela fez um trabalho muito bom de continuar a chave de braço depois que eu bati. Mas tudo bem. As coisas são como são", diz Jessica-Rose Clark


Na sua estreia em um evento numerado do UFC, Jessica-Rose Clark não teve a melhor das experiências. Na luta de abertura da edição 276, realizada no último sábado (2), em Las Vegas (EUA), a australiana foi finalizada por Julija Stoliarenko e acabou sofrendo uma séria lesão no braço esquerdo.

Em depoimento gravado em vídeo e publicado no seu perfil do ‘Instagram’, Clark – ainda com o uniforme de luta e com uma tipoia no braço – lamentou o ocorrido e adiantou que, provavelmente, terá que passar por uma cirurgia. A lutadora ainda aproveitou para reclamar da postura de sua adversária que, de acordo com ela, teria continuado a aplicar força na chave-de-braço mesmo depois de sua desistência.

“Bem, isso foi uma m***. Eu acabei de voltar do hospital. Eu provavelmente vou precisar de cirurgia no meu cotovelo. Ela fez um trabalho muito bom de continuar a chave-de-braço depois que eu bati. Mas tudo bem. As coisas são como são. Eu me sinto ótima. Chorei o tempo todo em que eu estive no hospital, mas eu estou me sentindo bem. Eu estou, compreensivelmente, com o coração partido, mas eu fiz tudo certo nesse camp. Vou passar por essa cirurgia, me recuperar e depois voltar e ser melhor, e isso é tudo que eu posso fazer”, declarou a peso-galo (61 kg).

Curiosamente, esta foi a segunda vez seguida que Jessica-Rose Clark é derrotada com uma chave-de-braço. Antes do revés sofrido no último sábado, para Julija Stoliarenko, a australiana havia perdido para Stephanie Egger com o mesmo golpe, em fevereiro deste ano.