<
>

Astro do Liverpool já levou 'baile' de ex-Vasco pela seleção e foi até expulso: 'Muito franzino e não era tão badalado'

play
O incrível aquecimento do goleiro Ederson, do Manchester City, antes dos jogos (0:18)

O brasileiro bate fácil na bola | CLIQUE AQUI e assista ao melhor da Premier League AO VIVO pela ESPN no Star+ (0:18)

Ex-Vasco, Evander lembra dos duelos que teve com Alexander-Arnold, do Liverpool, ainda na base


Trent Alexander-Arnold é uma das armas do Liverpool para o clássico contra o Manchester City, neste domingo (10), às 12h30 (de Brasília), com transmissão pela ESPN no Star+. Apesar de ser considerado um dos melhores laterais do mundo, ele já sofreu na mão de um brasileiro quando atuava nas categorias de base.

Em torneio organizado pela Nike em 2014, nos Estados Unidos, Alexander-Arnold era titular da Inglaterra, que empatou por 2 a 2 com o Brasil.

Nesta partida, um magrinho Arnold pouco utilizou o repertório que mais tarde seria uma arma do Liverpool de Jürgen Klopp: as faltas venenosas, os cruzamentos precisos e o apoio ao ataque.

Além disso, levou pedalada e acertou poucas jogadas e desarmes. Para piorar, o lateral-direito ainda recebeu um cartão amarelo por cera e foi expulso aos 30 minutos do segundo tempo, por uma falta dura no meio-campo.

Um dos principais responsáveis pelo desempenho ruim de Alexander-Arnold foi Evander, que à época defendia a base do Vasco e jogou como ponta esquerda na ocasião.

"Ele era mais franzino e magrinho. Já tinha muita qualidade, mas não tinha tanta força quanto tem hoje. Essa parte física mudou, e por isso se destaca como um dos melhores do mundo. A qualidade ele sempre teve, mas a gente deu um trabalhinho para eles", contou o meia, atualmente no Midtjylland, ao ESPN.com.br.

"Naquela época, ele não chamava tanta atenção como chama hoje. Eu nunca esqueci porque duelamos o tempo todo. Lembrava do jeito que ele jogava. Eu lembro que dei uma pedalada para cima dele, e depois fiz um gol do lado dele. Por isso marcou".

Naquele confronto de 2014, a Inglaterra abriu o placar com Ndukwu. O Brasil conseguiu a virada logo após a expulsão de Arnold, com gols de Leo e Evander. Aos 45 minutos do segundo tempo, os ingleses empataram com Adam Phillips.

O reencontro entre os jogadores aconteceu somente na fase de grupos da Champions League, na temporada 2020/21. Evander defendia o Midtjylland, da Dinamarca, que acabou derrotado pelo Liverpool em Anfield, por 2 a 0. Na Dinamarca, as equipes empataram por 1 a 1.

"Enfrentá-lo numa Champions League foi algo incrível, para você ver como é o futebol e como o tempo passa. Muito legal ver como cada um chegou. Foi uma experiência incrível. O que ele está fazendo hoje e deu para ver que evoluiu bastante. É um dos melhores laterais do mundo", disse Evander.