<
>

Sterling tem casa invadida e retorna para a Inglaterra antes de classificação da seleção na Copa do Mundo

Jogador foi desfalque na vitória por 3 a 0 sobre o Senegal, e Federação alegou 'problemas pessoais'


O atacante Raheem Sterling desfalcou a vitória por 3 a 0 da Inglaterra sobre Senegal, neste domingo (4), pelas oitavas de final da Copa do Mundo. Inicialmente, a Federação Inglesa falou em "motivos pessoais". E, segundo apurou a ESPN, tratou-se de uma situação delicada.

INGLATERRA 3 x 0 SENEGAL: ASSISTA PELA ESPN NO STAR+ AO COMPACTO DO JOGO COM NARRAÇÃO DE JOÃO GUILHERME E COMENTÁRIOS DE LEONARDO BERTOZZI

Segundo fontes ouvidas pela reportagem, Sterling teve sua casa invadida por ladrões armados enquanto sua família estava presente.

Os familiares do jogador ficaram traumatizados com o ocorrido, e ele pediu dispensa da partida deste domingo.

A expectativa é que ele viaje à Inglaterra para tranquilizar seus familiares, que ficaram muito balançados com o episódio, mas retorne antes do próximo jogo da equipe no Mundial.

A ida do jogador ao país foi confirmada pelo técnico Gareth Southgate em coletiva. "Ele está voltando para a Inglaterra e demos a ele tempo para tentar resolver o problema, estar com sua família. Nós vamos dar a ele esse espaço".

No estádio, o volante Declan Rice falou sobre o encontro que teve com o atacante nesta manhã.

"Eu não sei o que houve. Nós o vimos no café da manhã, e o treinador disse ao time que ele teve um problema com sua família e teve que voltar para casa. Nós lhe mandamos uma mensagem de melhoras para que esteja de volta em breve", disse.

Companheiro de Chelsea, o zagueiro Kalidou Koulibaly desejou o melhor para o inglês e demonstrou surpresa com o ocorrido.

"Sério? Eu não sabia. Mas, eu estou muito surpreso, espero que a família dele esteja bem. Eu vou ligar para ele e saber o que aconteceu, mas espero que ele e sua famíla estejam bem", apontou.

A Inglaterra volta a campo no próximo sábado (10), às 16h (de Brasília), no Estádio Al-Bayt para enfrentar a França pelas quartas de final.

Caso Sterling não retorne, o técnico Gareth Southgate deve seguir formando o ataque com Saka, Foden e Harry Kane.