<
>

Chelsea pré-Abramovich não era ruim como muitos pensam - e bateu até Real Madrid em final europeia

Chelsea faz neste sábado seu primeiro jogo de Premier League sob comando do novo dono


O Chelsea começa uma nova era neste sábado. Às 13h30 (de Brasília), a equipe de Stamford Bridge visita o Everton, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+, na primeira partida de Premier League sob comando do novo dono Todd Boehly.

O empresário americano assume um clube bicampeão europeu que foi muito marcado pelo dinheiro de Roman Abramovich, bilionário russo que comprou o Chelsea na metade de 2003 e transformou a realidade dos Blues. Os enormes investimentos do ex-dono, contudo, criaram uma imagem de que a equipe londrina não era nada antes da injeção financeira estrangeira. E tal pensamento está distante da realidade.

É verdade que a grana russa mudou o patamar de Stamford Bridge. Já nos primeiros cinco anos sob nova administração, foram dois títulos e três vice-campeonatos de Premier League.

Por outro lado, as sete temporadas anteriores à chegada de Abramovich já eram promissoras. Em todas elas, o Chelsea terminou entre os seis primeiros colocados da Premier League, tendo inclusive um terceiro lugar em 1998/99.

No período, foram conquistados ainda seis títulos! São eles duas Copas da Inglaterra (1999/00 e 1996/97), uma Copa da Liga Inglesa (1997/98), uma Supercopa da Inglaterra (2000/01), uma extinta Copa dos Campeões de Copas da Uefa (1997/98) e uma Supercopa da Uefa (1998/99).

O mais famoso dos troféus veio em 1998, no estádio do Monaco, na Supercopa da Uefa. O Chelsea tinha pela frente o poderoso Real Madrid, atual campeão da Champions League. E os ingleses levaram a melhor na final europeia.

A equipe tinha uma dupla de zaga que havia sido campeã da Copa do Mundo de 1998 sobre o Brasil meses antes: os franceses Frank Leboeuf e Marcel Desailly. Além deles, outros nomes importantes como os italianos Roberto Di Matteo e Gianfranco Zola compunham o elenco, assim como o dinamarquês Brian Laudrup.

Zola, campeão italiano pelo Napoli e da Copa da Uefa pelo Parma, foi inclusive uma das grandes contratações feitas pelo Chelsea nos anos 90, antes do dinheiro de Abramovich. O técnico italiano Gianluca Vialli foi outro, logo depois de ganhar tudo pela Juventus. Teve ainda a lenda holandesa Ruud Gullit, que encerrou a carreira em Stamford Bridge.

A ‘nova era’ do Chelsea com Todd Boehly começa a ser escrita neste sábado e trará todo o peso do vitorioso período de Roman Abramovich. Mas o clube fundado em 1905 tem muita história – ainda que muitos talvez não a conheçam.