<
>

Deyverson não deve renovar com Palmeiras e tem sondagens de clubes do Brasil e da Europa; veja os detalhes

Com contrato apenas até o meio do ano, centroavante não deve renovar seu vínculo com o Verdão para o futuro


Na busca por um novo camisa 9 de peso há quase um ano, o Palmeiras deve perder Deyverson nos próximos meses. De acordo com apuração do ESPN.com.br, o herói do tricampeonato da Conmebol Libertadores não deverá renovar seu vínculo com o Verdão.

O contrato atual entre as partes tem duração apenas até o final do mês de junho. Ainda de acordo com apuração da reportagem, Deyverson tem sondagens do futebol brasileiro e internacional. A prioridade do centroavante é retornar ao Velho Continente.

No entanto, a busca de um grande time do Brasil por Deyverson faria o centroavante balançar por uma suposta permanência no país para o segundo semestre. Nos últimos dias, em entrevista ao GE, o atacante se colocou à disposição do clube paulista por uma renovação.

“Eu amo o Palmeiras, isso já falei em todas minhas entrevistas. Sei que o contrato vai ficando meio apertado por tudo o que vivi aqui. A voz até embarga, não sei o que vai ser do futuro. Se fosse por mim, não ia querer nunca ir embora. Não sei até quando vou ficar aqui, se vou renovar ou se vou embora”, disse Deyverson.

O estafe de Deyverson, no entanto, não vê com bons olhos uma permanência do atacante no Palmeiras. A ideia é que ele tenha uma maior minutagem. Nos últimos meses, o centroavante chegou a ter uma sondagem do Rayo Vallecano, da Espanha, mas não houve avanço nas tratativas.

E o novo camisa 9?

O ESPN.com.br apurou recentemente que os dois nomes que mais despertaram o interesse do Palmeiras, Valentín Castellanos, do New York City FC, e Lucas Alario, do Bayer Leverkusen, estão cada vez mais distantes de uma vinda ao Brasil.

Palmeiras tem interesse em Castellanos há mais ou menos um ano, mas existe jogo duro pela saída do argentino por parte do clube norte-americano. Após recusar duas investidas do Verdão, o New York disse ‘não’ a uma oferta de US$ 11,5 milhões, R$ 59 milhões (na cotação atual), do River Plate.

Uma negociação só aconteceria caso fosse uma oferta de US$ 15 milhões, cerca de R$ 77 milhões, algo difícil de acontecer envolvendo times da América do Sul. No caso de Lucas Alario, ainda segundo apuração do ESPN.com.br, o estafe do argentino não acredita em uma vinda do experiente atleta ao Brasil no futuro.

A ideia prévia é de que Alario permaneça no Velho Continente caso deixe o Bayer Leverkusen. Recentemente, o argentino chegou a ter um acerto com o Palmeiras, mas não houve um avanço nas negociações do Palmeiras para com o time alemão.