<
>

São Paulo: Pablo reclama por 11 meses de atraso, cobra dívida milionária de FGTS e coloca multa em acordo para sair, diz jornalista

Centroavante negocia rescisão de contrato com o clube paulista para retornar ao Athletico-PR


O São Paulo negocia com Pablo a rescisão do contrato que vai até o fim de 2023, mas tenta fazer isto por meio de um acordo já que acumula uma série de dívidas com o centroavante.

Segundo o jornalista Jorge Nicola em seu blog, no portal Yahoo!, o clube paulista deve 11 meses de direito de imagem ao jogador, que ainda reclama de alguns meses de inadimplência no salário em carteira e de pagamentos do FGTS.

Nicola informa, ainda, que a pendência total do time tricolor com o atleta de 29 anos gira em torno de R$ 2,5 milhões, valor que o São Paulo tem dificuldade em arcar dada a atual situação financeira do clube.

Mas as tratativas andaram bem nos últimos dias. Isto porque, também de acordo com o jornalista, Pablo está disposto a abrir mão dos vencimentos de 2022 e 2023, mas ao mesmo tempo exige uma multa em caso de atraso nas parcelas de um possível parcelamento do total que lhe é devido.

O atleta, que já foi alvo de interesse na atual janela de Santos e Ceará, mas dificultou as coisas, mudou sua postura porque já tem um acerto verbal com o Athletico-PR, no qual foi campeão da Copa Sul-Americana de 2018, sendo, inclusive, artilheiro daquela edição.

No fim de 2019 e então cobiçado por alguns dos principais times do país, Pablo teve seus direitos adquiridos pelo São Paulo e tornou-se a compra mais cara da história do clube por R$ 26 milhões (cotação da época para 6 milhões de euros), mas nunca conseguiu convencer no Morumbi e por isto está fora dos planos de Rogério Ceni e sua comissão técnica para 2022.