<
>

Estrela do Atlético-MG com Cuca diz que não se sentia confortável com Sampaoli: 'Me incomodava, não era o que esperava'

Zaracho foi um dos protagonistas do Atlético-MG em 2021 nas conquistas do Campeonato Mineiro, Brasileiro e Copa do Brasil


Em 2021, o Atlético-MG teve um ano mágico. Com um elenco recheado de estrelas, o Galo conquistou o Campeonato Mineiro, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. E um dos grandes valores do clube nos títulos foi Matías Zaracho.

No entanto, nem sempre foi assim com a camisa alvinegra. Em 2020, o argentino chegou do Racing e viveu altos e baixos. Em entrevista ao jornal Olé, Zaracho revelou que não se adaptou ao estilo de jogo de Jorge Sampaoli.

"Com Sampaoli não me sentia confortável por causa do estilo de jogo dele. No Racing eu me movia para onde a bola estava. Eu estava procurando por ela. Ia, voltava, ocupava espaços... E o Sampaoli queria que eu fosse mais posicional. Eu não recebia muito a bola. Isso me incomodava, fui mal nos jogos, isso baixou meu nível. Não era o que eu esperava", começou por afirmar o argentino, antes de elogiar a chegada de Cuca para sua recuperação no Galo.

"Quando veio outro técnico (Cuca), eu comecei a pegar o jeito. E tive mais liberdade para ir procurar os espaços da bola, lançar diagonais", completou.

Zaracho foi anunciado pelo Atlético-MG em outubro de 2020. Por ter chegado no meio da temporada, fez apenas 13 jogos pelo clube mineiro.

Já em 2021, o meia se tornou um dos grandes protagonistas do Galo. Em 58 jogos, marcou 13 gols e deu 6 assistências. Um dos mais marcantes foi nno jogo de volta das quartas da Conmebol Libertadores, na vitória por 3 a 0 sob o River Plate, no Mineirão. Zaracho acertou uma linda bicicleta após passe de Hulk.