<
>

Pelé retorna ao hospital para quimioterapia e monitoramento de câncer; estável, Rei pode ter alta nesta quinta

play
Pelé, 80 anos: A incrível história do primeiro gol do 'Rei do Futebol' (4:42)

Pelé completa 80 anos nesta sexta-feira (23/10) (4:42)

Rei do futebol retornou ao Albert Einstein para retomar o ciclo de quimioterapia que já vinha fazendo desde 2021


Pelé retornou esta semana ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Segundo apurou a ESPN, não se trata de uma emergência. O Rei do Futebol voltou ao local para retomar o ciclo de quimioterapia que já vinha fazendo nos últimos meses do ano passado.

Agora, no entanto, o Rei precisou passar alguns dias no hospital para realizar também um estadiamento. O processo serve para confirmar a localização exata e determinar a extensão do câncer no corpo, verificando se a doença se espalhou mais ou não.

Pelé tem um tumor no intestino, um no fígado e o início de um no pulmão. Por conta da situação fragilizada, ele segue sendo monitorado de perto. No entanto, está estável, assistido e pode ter alta ainda nesta quinta-feira.

Procurada para comentar o caso e os próximos passos do tratamento, a assessoria de imprensa de Pelé não retornou os contatos da ESPN até a publicação da reportagem.

Com um tumor no cólon identificado em setembro de 2021, as idas de Pelé ao Hospital Albert Einstein passaram a ser mais frequentes. Pelé ficou internado durante o mês de setembro por conta de uma cirurgia para a remoção de um tumor no cólon direito.

Em dezembro, o maior nome da história do Santos e da seleção brasileira voltou à UTI para dar prosseguimento ao tratamento no intestino. Após alguns dias, teve alta para passar as festas em casa com a família.