<
>

PSG: amado em Paris, Nenê conta bastidores sobre volta ao clube e revela 'ajuda' a Neymar por sonho

play
Mbappé recebe 'carinho' de Neymar após vitória no Francês, e craques caem na risada; VEJA (0:09)

Via: @NeymarJr | PSG venceu o Brest por 2 a 0 (0:09)

Camisa 10 do Vasco é ídolo do clube francês, onde disputou 112 jogos e marcou 48 gols


Em dezembro de 2021, Nenê foi convidado de honra do Paris Saint-Germain para assistir a partida contra o Brugge, pela Champions League. Na ocasião, reviu alguns amigos, foi aclamado pela torcida e recebeu até cumprimento especial de Lionel Messi.

Em entrevista ao programa Seleção SporTV desta terça-feira (18), o meia do Vasco contou os bastidores do retorno à França, onde foi campeão e ídolo antes mesmo da chegada do investimento bilionário da Qatar Sports Investments.

"Lá (Paris) é sempre muito bom de voltar, porque é um clube onde tive os melhores anos da carreira. O pessoal respeita muito. Cheguei um ano antes do pessoal do Catar (que investiu no clube), e eles têm esse respeito grande, porque o clube não estava em situação tão boa como hoje, e ainda assim conquistamos bastante coisa, e eu coisas individuais. Daí eles têm essa ideia de manter relação com quem esteve lá. É sempre um prazer", começou por afirmar.

Em seguida, Nenê falou sobre a amizade que tem com Neymar. O ex-camisa 10 do clube da capital francesa falou sobre a recuperação de Ney, que não atua desde o dia 28 de novembro por lesão, e da ambição que o craque tem pela Champions League.

"O Neymar é sempre aquela coisa. Sempre me perguntam, porque sempre estamos juntos, é um amigo. Eu estava ajudando no que podia, dando força, ele ainda estava machucado. Mas a felicidade dele é estar em campo, ele estava focado, trabalhando 24h por dia para voltar e estar 100% no jogo da Champions, que é o grande objetivo. O sonho do clube e dele individual e coletivo do time é a conquista dessa Champions".

Ao todo, foram pouco mais de duas temporadas vestindo a camisa do clube do Parque dos Príncipes. Nenê entrou em campo 112 jogos, marcou 48 gols e venceu um Campeonato Francês.