<
>

Aubameayang é cortado da Copa Africana de Nações e retorna ao Arsenal após lesão cardíaca

Com sequelas da COVID-19, o atacante Aubameyang retornou ao Arsenal para finalizar tratamento


Principal jogador da seleção do Gabão, Pierre-Emerick Aubameyang se despedirá da Copa Africana de Nações sem ter entrado em campo com sua equipe. De acordo com o técnico Patrice Neveu, o atacante e Mario Lemina serão dispensados.

O atacante do Arsenal e o volante do Nice foram liberados por não terem condições médicas de entrar em campo, finalizando os seus tratamentos em seus respectivos clubes.

“Dada a preocupação sobre a saúde de Aubameyang e Lemina, em acordo com os médicos, o presidente da federação e os jogadores, decidimos devolvê-los para seus clubes, para que pudessem receber o tratamento adequado”, disse o treinador.

O caso de Aubameyang parece mais complexo. O centroavante testou positivo para COVID-19 pouco antes de sua viagem para o torneio depois de ser flagrado em uma festa em Dubai, perdendo a estreia contra Comores.

Apesar de ter um teste negativo antes da partida contra Gana, o atacante foi desfalque novamente por apresentar lesões cardíacas causadas pela COVID-19. O término de seu tratamento será na Inglaterra.

Enquanto isso, a seleção de Gabão segue na disputa da Copa Africana de Nações. O time é segundo colocado do grupo C, com quatro pontos, com Marrocos liderando com seis.