<
>

Qual a 'escalação ideal' do seu time para 2022 a partir de reforços, dispensas e troca de técnicos

Entre reforços e remanescentes, ESPN.com.br escalou os times ideais de 15 clubes com base na pré-temporada para 2022


Com vários times tentando retomar as glórias do passado, e tantos outros buscando resultados inéditos, o mercado da bola no futebol brasileiro está aquecido para 2022. A maioria dos clubes já esteve envolvido em pelo menos uma negociação de peso às vésperas da temporada.

Mas como entram os principais times do país na temporada que está prestes a começar? Como exercício de imaginação, o ESPN.com.br projetou a escalação de algumas equipes para 2022, levando em conta reforços, dispensas e as mudanças no comando técnico.

Como ficou o seu time? Veja abaixo:

América-MG

Classificado para sua primeira Conmebol Libertadores, o América-MG perdeu sua dupla de zaga titular – Eduardo Bauermann e Anderson Jesus. Para a reposição, o Coelho deve optar por Germán Conti, ex-Bahia, e Iago Maidana, que estava no futebol português. Por outro lado, o goleiro Matheus Cavichioli vai passar por cirurgia no coração e não tem previsão de retorno. Jailson, ex-Palmeiras, negocia para assumir a camisa 1. Já Cáceres, ex-Cruzeiro, está apalavrado para chegar.

Time-base: Airton; Patric, German Conti, Iago Maidana e Cáceres; Lucas Kal, Juninho e Índio Ramirez; Everaldo, Berrío e Rodolfo.

Athletico-PR

Campeão da Sul-Americana e classificado para a Libertadores, o Athletico-PR deve manter a base do time titular para 2022 e dar espaço para algumas contratações, como os meio-campistas Hugo Moura, ex-Flamengo, e Matheus Fernandes, ex-Palmeiras. O clube ainda tenta um acordo com o São Paulo para ter Pablo, que reforçaria o comando de ataque.

Time-base: Santos; Marcinho, Thiago Heleno, Pedro Henrique e Abner; Christian, Hugo Moura, Matheus Fernandes e David Terans; Pedro Rocha e Renato Kayzer.

Atlético-MG

Atual campeão brasileiro e da Copa do Brasil, o Atlético-MG deve manter a base da equipe que dominou o futebol brasileiro em 2021. O zagueiro Diego Godín deve tomar o lugar de Júnior Alonso, negociado, enquanto Ademir pode brigar por uma vaga no ataque, mais enfraquecido com a saída de Diego Costa.

Time-base: Everson; Mariano, Diego Godín, Igor Rabello e Guilherme Arana; Jair, Allan e Nacho Fernández; Eduardo Vargas (Ademir), Keno e Hulk.

Botafogo

De volta à primeira divisão como campeão da Série B, o Botafogo vai iniciar sua primeira temporada desde a chegada do bilionário John Textor. Em campo, o Glorioso terá remanescentes, como a dupla de zaga e o meia-atacante Chay, mas tem espaço para novidades, como o atacante Erison. Ter o lateral-direito Rafael pela temporada inteira também é, de certa forma, um reforço.

Time-base: Gatito; Rafael, Joel Carli, Kanu e Carlinhos; Barreto, Breno, Chay, Diego Gonçalves e Ronald; Erison.

Corinthians

O Corinthians foi ao mercado e buscou mais uma peça para o time, que reúne estrelas no meio-campo e no ataque. O retorno de Paulinho é o maior reforço do time até agora, mas Robson Bambu também deve brigar pela titularidade na zaga. O restante do time é o que terminou o ano passado. O sonho por um 9 de peso ainda existe.

Time-base: Cássio; Fagner, João Victor (Robson Bambu), Gil e Lucas Piton; Gabriel, Paulinho, Renato Augusto e Giuliano; Willian e Róger Guedes.

Cruzeiro

Em reformulação desde a compra de Ronaldo Fenômeno, o Cruzeiro se reforçou com nomes conhecidos para a defesa: os zagueiros Maicon e Sidnei e o goleiro Rafael Cabral, todos com boas passagens pela Europa. O meio-campo deve ter Willian Oliveira, ex-Ceará, e Pedro Castro, campeão da Série B pelo Botafogo em 2021.

Time-base: Rafael Cabral; Gabriel Dias, Sidnei, Maicon e Rafael Santos; Willian Oliveira, Pedro Castro e João Paulo; Waguininho, Edu e Marcelo Moreno.

Flamengo

Após um ano decepcionante para os padrões estabelecidos, o Flamengo vai apostar, pelo menos por enquanto, na manutenção da base. Sem reforços de peso até o momento, o time rubro-negro de 2022 será o que o torcedor, inclusive de outros times, já decorou.

Time-base: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, David Luiz e Filipe Luis; Willian Arão, Andreas Pereira, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol.

Fluminense

Com a Libertadores para disputar em 2022, o Fluminense foi ao mercado e trouxe dois bicampeões do Palmeiras: o volante Felipe Melo, que também disputa posição na zaga, e o atacante Willian Bigode. Além disso, o centroavante Germán Cano, destaque do Vasco, também reforça o Tricolor das Laranjeiras.

Time-base: Marcos Felipe; Nino, Felipe Melo e David Braz; Samuel Xavier, André, Yago Felipe, Nathan e Pineida; Fred (Cano) e Willian Bigode (Luiz Henrique).

Fortaleza

Prestes a disputar sua primeira Libertadores após ótimo desempenho no Brasileiro, o Fortaleza não fez mudanças drásticas no time até agora. O Leão do Pici renovou o empréstimo de Lucas Lima junto ao Palmeiras, contratou o atacante Silvio Romero, que vai suprir a saída de David, e trouxe o experiente goleiro Fernando Miguel, ex-Atlético-GO.

Time-base: Fernando Miguel; Tinga, Marcelo Benevenuto e Titi; Yago Pikachu, Éderson, Ronald, Lucas Lima e Juninho Capixaba (Lucas Crispim); Robson e Silvio Romero.

Grêmio

Rebaixado para a Série B após um ano frustrante, o Grêmio não deve ter muitas mudanças com relação ao time de 2021. As caras novas ficam por conta do lateral Orejuela, do zagueiro Bruno Alves e do meia Benítez, todos chegando do São Paulo.

Time-base: Brenno; Orejuela, Geromel, Bruno Alves (Kannemann) e Diogo Barbosa (Nicolas); Thiago Santos, Lucas Silva e Benítez; Ferreira, Diego Souza e Douglas Costa.

Internacional

O Internacional é outro time que, por enquanto, não terá muitas mudanças entre os titulares. O atacante Wesley Moraes, emprestado pelo Aston Villa, é o principal nome contratado, enquanto o volante Liziero, ex-São Paulo, briga por vaga no meio-campo.

Time-base: Daniel; Gabriel Mercado, Bruno Méndez e Victor Cuesta; Saravia, Edenilson, Rodrigo Dourado (Liziero) e Moisés; Taison, Yuri Alberto e Wesley Moraes.

Palmeiras

Atual bicampeão da Libertadores e de olho no título mundial, o Palmeiras deve ter dois reforços entre os titulares: o zagueiro Murilo e o volante Atuesta. Jailson também deve disputar posição no meio-campo. A busca por um novo camisa 9, porém, ainda não deu resultado.

Time-base: Weverton; Mayke (Marcos Rocha), Gustavo Gómez, Murilo e Jorge; Gabriel Menino (Jailson), Danilo, Atuesta e Raphael Veiga; Dudu e Rony.

Santos

Com elenco recheado de jovens talentosos, o Santos foi ao mercado atrás de jogadores mais experientes e trouxe o zagueiro Eduardo Bauermann, ex-América-MG, e o meia-atacante Ricardo Goulart, que estava na China e vai vestir a camisa 10. O Peixe também acertou a renovação de Marcos Leonardo após longa negociação.

Time-base: João Paulo; Kaiky, Velázquez e Bauermann (Felipe Jonatan); Madson, Sandry, Zanocelo, Ricardo Goulart e Lucas Braga; Marinho e Marcos Leonardo.

São Paulo

Depois de pressões públicas de Rogério Ceni e Muricy Ramalho, o São Paulo foi ao mercado e fechou com cinco reforços. Destaques para Rafinha (ex-Grêmio), Patrick (ex-Inter) e Nikão (ex-Athletico-PR), que têm tudo para serem titulares pelo menos no início da temporada. O clube ainda deseja um atacante de velocidade e um zagueiro para completar seu elenco.

Time-base: Tiago Volpi; Rafinha, Arboleda, Miranda e Reinaldo; Luan, Patrick, Gabriel Sara e Nikão; Luciano e Calleri (Rigoni).

Vasco

Após uma temporada frustrante, em que ficou na 10ª posição da Série B e terminou mais perto do rebaixamento do que do acesso, o Vasco reformulou seu elenco para 2022. Com tantos reforços, é mais fácil destacar os remanescentes: Riquelme, prata da casa, e Nenê, veterano de 40 anos, devem seguir entre os titulares.

Thiago Rodrigues; Weverton, Luis Cangá, Anderson Conçeição e Riquelme; Yuri Lara, Matheus Barbosa, Vitinho, Nenê e Bruno Nazario; Raniel.