<
>

Cruzeiro-2003 ou Atlético-2021? Compare as campanhas dos rivais que ganharam Tríplice Coroa no Brasil

Com os mesmos títulos conquistados pelo Cruzeiro em 2003, o Atlético-MG conseguiu números parecidos em 2021


Nesta quarta-feira (15), o Atlético-MG confirmou seu favoritismo e conquistou o título da Copa do Brasil pela segunda vez em sua história. O troféu ainda confirmou outro fato histórico na temporada do Galo: a Tríplice Coroa.

Tendo conquistado também o Campeonato Mineiro e o Brasileirão, o time e sua torcida podem se vangloriar de terem conquistado o feito. Algo que seu maior rival, Cruzeiro, tinha conseguido em 2003, com os mesmos títulos.

E os números das duas equipes na temporada e em suas campanhas são parecidos. No Mineiro, o Cruzeiro pode se gabar de ter números melhores, apesar de três jogos a menos. O time foi campeão invicto no sistema de pontos corridos, com 10 vitórias e dois empates, com 35 gols marcados e sete sofridos.

O Galo, por sua vez, teve 10 vitórias, três empates, mas duas derrotas, com 27 gols pró e oito contra. Na final, dois empates sem gols garantiram a taça, o que rendeu algumas críticas na época.

No Brasileirão, com oito jogos a mais, o Cruzeiro conseguiu chegar a 100 pontos, com 31 vitórias, sete empates e oito derrotas, 102 gols marcados e 47 sofridos. O Atlético teve 26 vitórias, seis empates e seis derrotas, marcando 67 gols e sofrendo 34.

O grande ponto a favor do Alvinegro, porém, é no aproveitamento. O Galo teve 73,7%, contra 72,6% da Raposa. Além disso, os atleticanos tiveram Hulk como artilheiro do torneio, com 19 gols.

O camisa 7 também foi o goleador máximo da Copa do Brasil, com oito gols. Ao todo, o time teve nove vitórias e uma derrota, marcando 22 gols e sofrendo cinco. O time celeste, porém, conseguiu o troféu de forma invicta, com oito vitórias e três empates, com 24 gols marcados e 12 sofridos.

No geral, apesar de a Raposa ter tido dois jogos a menos, as duas equipes empatam em número de vitórias (52). O Galo conseguiu ter uma defesa menos vazada, com 51 gols sofridos contra 70.

O Cruzeiro, por sua vez, teve menos derrotas (8 contra 9) e mais gols marcados (179 contra 136). Seu artilheiro máximo, Alex, também marcou mais vezes do que Hulk, com 39 gols contra 36.