<
>

Manchester City: por que De Bruyne vive fase ruim em temporada com lesão, COVID e só uma assistência

Kevin de Bruyne é o grande nome do elenco do Manchester City, mas enfrenta dificuldade para repetir o futebol que o colocou como um dos maiores jogadores do mundo


O sucesso do Manchester City tem muitos nomes, mas, de meia década até hoje, Kevin de Bruyne esteve sempre entre os principais pilares do elenco, com um futebol que fez o clube subir de patamar na Europa e tornou o próprio belga um dos melhores jogadores do planeta.

Só que a atual temporada mostra um fenômeno poucas vezes visto no lado azul de Manchester. O City segue em alta, como líder da Premier League e com vaga no mata-mata da Champions League, mas De Bruyne não consegue mostrar o futebol tão elogiado de outros tempos.

Mas por que isso acontece?

Provável titular na partida desta terça-feira (14), contra o Leeds United, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+, De Bruyne vive uma temporada bastante atípica. São apenas três gols e uma assistência, quesito em que ele tanto se destaca, em 17 partidas. Na liga, números ainda piores: dois gols em dez atuações.

A falta de futebol tem explicação em outros fatores. De Bruyne ainda não teve uma grande sequência em 2020/21. Perdeu três partidas por lesão no tornozelo, outras quatro afastado por COVID-19 e disputou, em média, 58 minutos por jogo. Só completou 90 minutos em campo em quatro oportunidades.

A dificuldade de ficar em forma é algo que não acontecia com De Bruyne desde 2018/19. Na campanha do segundo título inglês de Pep Guardiola, o belga sofreu cinco lesões diferentes e ficou fora de 28 jogos ao longo de toda a temporada. Por isso, teve números discretos na Premier League, com apenas dois gols e duas assistências.

De lá para cá, o camisa 17 brilhou intensamente. Em 2019/20, igualou recorde de assistências de Thierry Henry, com 20 passes, e participou diretamente de 33 gols da campanha do City, vice-campeão inglês. Fora da Premier League, fez ainda três gols e três assistências.

Depois, na trajetória do título em 2020/21, De Bruyne marcou seis vezes e deu 12 assistências na liga, fora os quatro gols e seis passes em outras competições, especialmente a Champions, quando o City acabou vice-campeão após derrota para o Chelsea.

O craque belga tem a chance de retomar o melhor futebol aos poucos, a começar da partida de logo mais, contra o Leeds. O City defende a liderança da Premier League, enquanto ainda está na disputa pelo título europeu e da Copa da Inglaterra. Conseguir tudo é bem difícil, mas ter De Bruyne em grande fase ajudaria muito.